Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi

Braga Netto bate martelo e será vice pelo mesmo partido de Bolsonaro

Ministro da Defesa já havia se filiado ao PL há alguns dias, mas ainda negociava possível ida para o Progressistas

atualizado 29/03/2022 11:14

Braga NetoHugo Barreto/Metrópoles

Em acordo com Jair Bolsonaro, o ministro da Defesa, general Braga Netto, decidiu permanecer filiado ao PL para ser candidato a vice do presidente nas eleições deste ano.

Segundo fontes do governo ouvidas pela coluna, o militar já havia assinado a ficha de filiação ao PL há alguns dias, mas ainda havia chances de ele mudar de legenda.

Como a coluna revelou na semana passada, houve um ofensiva de alas do governo para que Braga Netto fosse para o Progressistas, sigla comandada pelo ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira.

A negociação, porém, não avançou após resistência de alas do próprio PP. Setores do partido avaliaram que o melhor seria apenas o PL de Valdemar Costa Neto concentrar a filiação de bolsonaristas.

Segundo fontes do PL, após o martelo batido, a legenda deve encaminhar a ficha de filiação de Braga Netto ao cartório eleitoral nesta terça-feira (29/3).

O prazo para candidatos definirem o estado e o partido pelo qual disputarão o pleito de outubro acaba no próximo sábado, 2 de abril. A definição do cargo a ser disputado pode se dar até início de agosto.

Assim como outros ministros que serão candidatos em outubro, Braga Netto deixará o cargo nesta quinta-feira (31/3). No lugar dele na Defesa assumirá o atual comandante do Exército, general Paulo Sérgio de Oliveira.

Mais lidas
Últimas notícias