Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi

Bolsonaro ficará separado de Lula na posse de Alexandre de Moraes

Ministro Alexandre de Moraes tomará posse como presidente do TSE em cerimônia na noite desta terça-feira (16/8), em Brasília

atualizado 15/08/2022 16:55

Jair Bolsonaro e Alexandre de MoraesIgor Estrela/Metrópoles

O presidente Jair Bolsonaro ficará em um local separado de Lula e dos outros ex-presidentes da República durante a posse do ministro Alexandre de Moraes no comando do TSE. A cerimônia acontecerá na noite desta terça-feira (16/8), no plenário da Corte, em Brasília.

Segundo apurou a coluna, como de praxe nesses tipos de eventos, Bolsonaro estará na mesa principal com os ministros do TSE e demais chefes de poderes; entre eles, os presidentes da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG).

Os ex-presidentes da República, por sua vez, ficarão no local destinado para demais autoridades convidadas. Além de Lula, confirmaram presença na posse de Moraes os ex-presidentes José Sarney (MDB), Fernando Collor (PTB), Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (MDB).

A distância durante a cerimônia no plenário do TSE, no entanto, não impede que Bolsonaro e Lula ou Dilma e Temer se esbarrem em outros espaços do tribunal. Após a posse, inclusive, estão previstos um coquetel e a tradicional fila de cumprimentos.

Mais lidas
Últimas notícias