Bolsonaro enfrenta resistência de aliados para filiação ao Patriota

Presidente reuniu parlamentares bolsonaristas do PSL nesta quarta-feira (16/6) para discutir seu futuro partidário

atualizado 17/06/2021 6:19

Hugo Barreto/Metrópoles

Em reunião nesta quarta-feira (16/6) no Palácio da Alvorada, o presidente Jair Bolsonaro encontrou resistência da maioria dos deputados federais da ala bolsonarista do PSL a uma possível filiação ao nanico Patriota.

O encontro reuniu cerca de 30 parlamentares, além do ministro Ricardo Salles. O titular do Meio Ambiente tem dito que pretende se filiar ao partido que Bolsonaro escolher, para sair candidato nas eleições de 2022.

Segundo apurou a coluna, a maioria dos deputados deixou o pragmatismo falar mais alto e disse ao presidente que preferia estar filiada a um partido que tenha tempo de TV relevante na propaganda eleitoral em 2022.

Nesse cenário, alguns parlamentares defenderam a permanência do grupo no PSL. Bolsonaro, porém, repetiu que só retornaria à legenda pela qual se elegeu em 2018, caso a direção da sigla expulse alguns desafetos dele.

O presidente admitiu aos parlamentares que sua possível filiação ao Patriota está em negociação avançada. Mas, diante da resistência dos aliados, fez questão de ressaltar que ainda não bateu 100% o martelo sobre seu futuro partidário.

Últimas notícias