Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi e Victoria Abel

BNDES contraria Lula e prega cuidado com políticas de investimentos no exterior

BNDES, comandado por Mercadante, contraria falas de Lula e defende cuidado com políticas de investimentos em infraestrutura no exterior

atualizado 24/01/2023 19:40

O presidente Lula participa do Celac em Buenos Aires, Argentina, ao lado de outros líderes da América Latina. Vê-se um salão grande, com telões, e diversos convidados cercando a mesa com os participantes - Metrópoles Ricardo Stuckert / Reprodução Metrópoles

Comandado pelo ex-ministro Aloizio Mercadante, o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) contrariou as falas recentes do presidente Lula sobre a instituição custear obras de infraestrutura no exterior.

Na Argentina, Lula afirmou que o BNDES voltará a financiar projetos de países vizinhos, como o gasoduto para transportar gás de xisto produzido no campo de Vaca Muerta, na Patagônia, até o Brasil.

O BNDES, porém, ressaltou que esse tipo de ajuda não está entre as prioridades do banco e destacou que uma mudança de rota dependeria de aprovação do Tribunal de Contas da União (TCU).

“Não existe demanda ou previsão de financiar projeto de serviços de infraestrutura no exterior. Qualquer alteração nessa política passará necessariamente por um entendimento com o TCU, uma vez que o presidente do Tribunal, Bruno Dantas, tem reforçado o papel de acompanhamento colaborativo das políticas públicas por parte da referida instituição”, disse o banco em nota.

O BNDES pontuou ainda que a prioridade do instituição continuará sendo a produção e exportação brasileira.

“Os esforços do BNDES são no sentido de alavancar a exportação de produtos e bens produzidos no Brasil, gerando emprego e renda em nosso país e fortalecendo a integração regional das cadeias produtivas com escala, competitividade e valor agregado”, completou.

Mais lidas
Últimas notícias