metropoles.com

Aprovação do novo indicado para Petrobras deve durar mais de 2 meses

Integrantes da atual cúpula da estatal preveem que todo processo de análise do nome de Caio Paes de Andrade deve durar mais de 60 dias

atualizado

Compartilhar notícia

Divulgação/Ministério da Economia
Caio Mário Paes de Andrade
1 de 1 Caio Mário Paes de Andrade - Foto: Divulgação/Ministério da Economia

Embora tenha sido oficialmente indicado pelo governo como novo presidente da Petrobras há uma semana, Caio Mário Paes de Andrade ainda vai demorar para assumir o cargo, caso tenha seu nome aprovado pelo conselho de administração da estatal.

Na previsão de integrantes da atual cúpula da empresa, todo o processo de análise do nome do indicado, entre checagem de currículo e a assembleia dos acionistas para chanceler a indicação, deve durar entre dois meses e dois meses e meio.

Aliados de Paes de Andrade minimizam essa previsão. Na avaliação de pessoas próximas ao novo indicado pelo governo Jair Bolsonaro para comandar a Petrobras, o processo deve ser mais curto e durar cerca de um mês apenas.

Enquanto não houver aprovação, o atual presidente da estatal, José Mauro Ferreira Coelho, seguirá no cargo. Já Paes de Andrade também pretende seguir em seu atual posto: o de secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia.

0

 

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comIgor Gadelha

Você quer ficar por dentro da coluna Igor Gadelha e receber notificações em tempo real?

Notificações