Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi

Cúpula da Petrobras vê 4 diretores sob ameaça após troca de presidente

Aposta é de que esses diretores correm o risco de serem trocados por estarem ligados às áreas de definição de preços e comunicação

atualizado 25/05/2022 7:02

Rio de Janeiro RJ Sede da Petrobras no Centro do RioAline Massuca/ Metrópoles

Integrantes da atual direção da Petrobras avaliam, nos bastidores, que ao menos quatro diretores da estatal poderão perder seus cargos após o presidente Jair Bolsonaro decidir trocar novamente o comando da empresa.

Os diretores sob ameaça seriam das áreas de: relacionamento institucional e sustentabilidade; comercialização e logística; transformação digital e inovação; e financeira e relacionamento com investidores.

Em geral, fontes da Petrobras acreditam que esses diretores correm o risco de serem trocados por estarem ligados às áreas de definição de preço de combustíveis e de comunicação da petrolífera.

Esses dois temas são justamente os principais alvos de reclamações de Bolsonaro, de ministros da ala política do governo e da cúpula do Congresso Nacional.

0

Mais lidas
Últimas notícias