Alcolumbre não garante ida a encontro com Bolsonaro

Flávio Bolsonaro e parlamentares evangélicos entraram em campo novamente para tentar manter a reunião

atualizado 13/10/2021 18:38

Davi AlcolumbreJefferson Rudy/Agência Senado

O senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) recuou e disse a interlocutores, no início da noite desta quarta-feira (13/10), que avalia não comparecer ao encontro com o presidente Jair Bolsonaro, marcado pelo senador Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ) para esta quinta-feira (14/10).

Como a coluna antecipou mais cedo, em almoço com Alcolumbre na segunda-feira (11/10), o filho mais velho do presidente da República prometeu que viabilizaria uma reunião do colega com o pai. O senador do DEM do Amapá sinalizou que toparia a conversa.

Segundo interlocutores de Alcolumbre, a disposição dele teria mudado nesta quarta, após o presidente acusar o senador de “agir fora das quatro linhas da Constituição”, por não marcar a sabatina de André Mendonça na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado.

A coluna apurou que Flávio pretendia procurar Alcolumbre novamente para tentar manter o encontro do colega com o pai. Outros parlamentares evangélicos que têm boa relação com o senador do Amapá também entraram em campo para evitar o cancelamento da reunião.

Últimas notícias