Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Natália Portinari

Sleeping Giants pede que Google corte monetização da Jovem Pan

A Sleeping Giants pede que o Google interrompa ou desative a monetização da Jovem Pan em até sete dias

atualizado 24/01/2023 16:24

O Sleeping Giants, movimento de combate à desinformação online, pediu, por uma notificação extrajudicial protocolada nesta terça-feira (24/1), que o Google impeça a monetização dos vídeos da emissora Jovem Pan. O Sleeping Giants argumenta que os conteúdos da emissora violam as regras do Google Brasil, e que a empresa deve ter “responsabilidade social”.

A notificação extrajudicial dá um prazo de sete dias para o Google interromper ou desativar a parceria com a Jovem Pan. Além disso, a organização pede também para que a empresa crie políticas para identificar e punir outros sites que espalham informações mentirosas.

Na última semana, o Sleeping Giants pediu ao à Justiça de São Paulo que o Google preserve mais de dois mil vídeos publicados no canal da Jovem Pan no YouTube. A medida serve para preservar provas que estavam sendo apagadas pela emissora.

A campanha do Sleeping Giants Brasil contra a Jovem Pan conseguiu fazer mais de 30 anunciantes desistirem de anunciar no canal. Entre as empresas estão TIM, Caoa Cherry, Burger King e Natura.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna