Com Eduardo Barretto (interino), Bruna Lima, Eduardo Ghirotto e Paulo Cappelli

Saída de presidente de tribunal militar marcará troca geracional

Presidente do Superior Tribunal Militar deixará a corte em breve e será substituído por general de outra geração

atualizado 21/04/2022 17:14

General Mattos presidente do tribunal superior militar durante Posse André Mendonça como ministro do STF 4Igo Estrela/Metrópoles

A saída do presidente do Superior Tribunal Militar (STM), general Luis Carlos Gomes Mattos, daqui a pouco mais de dois meses, marcará uma mudança de geração no comando da corte.

Mattos se formou na Academia Militar das Agulhas Negras (Aman) em 1969, só cinco anos depois do golpe militar e um depois do AI-5, instrumento normativo que aprofundou a perseguição aos opositores da ditadura.

Já seu substituto no STM, general Lourival Silva, formou-se em 1981, já perto do fim da ditadura. A indicação de Silva ainda precisa ser aprovada pelo Senado Federal. Se tudo correr bem, o general assume o posto em julho.

Mattos chamou a atenção ao tentar diminuir a importância dos áudios nos quais ministros do STM admitiam ainda na década de 1970 a prática de tortura durante a ditadura militar.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna