Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Naomi Matsui

Planalto gastará R$ 737 mil com novas TVs e ares-condicionados para Bolsonaro e assessores

O objetivo é substituir aparelhos antigos e suprir salas recém-criadas no Planalto

atualizado 18/09/2021 12:52

A Presidência da República estima gastar até R$ 737 mil com novos aparelhos de TV e de ar-condicionado.

A previsão de gasto é de R$ R$ 440 mil com até 75 unidades de ar-condicionado. O objetivo é substituir aparelhos antigos e suprir salas recém-criadas no Planalto.

Já com TVs, a Presidência estima uma despesa de até R$ 297 mil. Serão 59 aparelhos 4K, com 65 ou 75 polegadas.

De acordo com o edital, as TVs serão usadas para servidores acompanharem as notícias, para o uso em treinamentos e cursos e para a exibição de informações para quem circula nos prédios da Presidência, o que inclui Planalto, o Jaburu e a Granja do Torto.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna