Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

Planalto acalma servidores dos Correios

AGU afirmou que inclusão dos Correios em plano de desestatização não significa que a empresa será privatizada

atualizado 04/06/2021 11:16

Carro Sedex, CorreiosRafaela Felicciano/Metrópoles

A AGU enviou ao STF uma manifestação em que afirma que a inclusão dos Correios no Plano Nacional de Desestatização (PND) não significa que a empresa será privatizada.

A manifestação diz que “a inclusão de determinada empresa estatal no PND não quer dizer que será celebrado compulsoriamente um contrato de parceria ou promovida a desestatização da empresa”.

“É um mero ponto de partida. A partir daí devem ser realizados estudos e análises técnicas que se destinam a indicar as alternativas mais vantajosas ao interesse público e que em tese podem recomendar a manutenção de um empreendimento empresa sob domínio público”, diz a AGU.

O órgão ainda afirma que um desestatização dependeria da aprovação de um projeto de lei pelo Congresso que permitiria a mudança, o que ainda não ocorreu.

A resposta foi dada em uma ação protocolada pela Associação dos Profissionais dos Correios.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna