metropoles.com

PF pede que CPI compartilhe provas sobre Precisa Medicamentos

Polícia Federal quer obter acesso a provas sobre empresas de Francisco Maximiano

atualizado

PEDRO FRANÇA/AGÊNCIA SENADO

A Polícia Federal enviou nesta quarta-feira (13/10) um pedido para que a CPI da Covid compartilhe com a instituição provas sobre as empresas do empresário Francisco Maximiano, alvo da CPI, como a Precisa Medicamentos e a Global Gestão em Saúde.

A PF argumenta que o conteúdo poderá servir para ajudar numa investigação de fraude na condução de processos de compra pelo Ministério da Saúde de medicamentos de alto custo, como o Aldurazyme, o Fabrazyme e o Myozyme. A Global teria sido uma das beneficiadas no esquema.

Maximiano está na mira da CPI pelo contrato suspeito de R$ 1,6 bilhão entre o Ministério da Saúde e o laboratório responsável pela vacina indiana Covaxin.






Quais assuntos você deseja receber?