Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Lucas Marchesini

Partido de Bolsonaro faz trocas para derrubar PEC da 2ª Instância

PL, partido de Bolsonaro, PP e Republicanos trocaram membros da comissão que analisa prisão em segunda instância

atualizado 08/12/2021 10:36

Plenário Câmara dos DeputadosMarina Ramos/Câmara dos Deputados

O PL, partido de Jair Bolsonaro, e outras legendas da base do governo, como o PP e o Republicanos, trocaram seus integrantes na comissão que analisa a mudança constitucional para autorizar a prisão em segunda instância. Com isso, esperam conseguir derrubar o relatório, que será lido nesta quarta-feira (8/12) na comissão.

O PL de Bolsonaro tirou o deputado Pastor Gil e indicou Júnior Mano, contrário ao texto. O PP, que até hoje não havia apontado integrantes para a comissão, indicou Cacá Leão e Fausto Pinato, que são contra a alteração.

Já o Republicanos tirou os deputados João Campos e Lafayette de Andrada, indicou o deputado Milton Vieira e tornou o suplente Gilberto Abramo titular. Vieira e Abramo são contrários ao texto. Mexeu também na suplência: tirou Capitão Alberto Neto e colocou Hugo Motta, que é contra a mudança.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna