Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

Os sinais que as Forças Armadas emitem contra a democracia; análise

Os comandantes das Forças Armadas brasileiras emitiram no último ano sinais preocupantes sobre qual a posição delas em relação à democracia

atualizado 03/05/2022 11:24

Comandante do Exército general Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira diz que Forças Armadas estão prontas para “cumprir missão”Igo Estrela/Metrópoles

Os comandantes das Forças Armadas brasileiras emitiram no último ano sinais preocupantes sobre qual a posição delas em relação à democracia.

De um comandante militar que curte postagens pela reeleição de Bolsonaro a um ministro da Defesa que acha normal confrontar um ministro do STF, passando pela falta de referência ao fato de serem instituições de Estado, os sinais estão aí para quem quer ver.

O Diagnóstico desta terça-feira elenca alguns desses fatos e sugere o que os militares deveriam fazer para passar uma mensagem que mostrasse o comprometimento deles com a democracia.

Assista à íntegra aqui ou no canal da coluna no Spotify.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna