Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

“O Mito ficou ofendidinho”, diz influenciador que questionou Bolsonaro

Influenciador de quem Bolsonaro tentou tomar o celular relata bastidores do episódio no qual chamou o presidente de "Tchutchuca do Centrão"

atualizado 18/08/2022 22:31

foto colorida de homem sendo segurado por bolsonaroReprodução/Rede Globo

O influenciador digital de direita Wilker Leão, que se envolveu em confusão com Jair Bolsonaro na manhã desta quinta-feira (18/08), relatou, ao fim do dia, bastidores do episódio. O jovem afirmou que pode ter exagerado ao se referir ao presidente como “vagabundo” e “safado”, mas não retirou o “Tchutchuca do Centrão“.

“Eu não retiro o Tchutchuca do Centrão. De fato ele é isso. Quem se entrega para o Centrão é o quê? Quem está no partido de mensaleiro e Valdemar Costa Neto é o quê? É Tchutchuca do Centrão mesmo. Talvez “vagabundo” e “safado” eu tenha exagerado um pouco, mas falar o que para o pessoal que me joga no chão por eu fazer perguntas?”, afirmou o influenciador em um storie no Instagram.

E continou:

“Questionei (Bolsonaro) sobre o absurdo de ter limitado delação premiada, sancionado o juiz de garantias, uma emenda do Freixo, e por aí vai. Se uniu ao Centrão. Tudo isso deixou o Mito ofendidinho, porque é verdade. Ele fez tudo de errado em relação ao que prometia ali atrás. Aí ele foge e depois volta. Tenta tomar meu celular, me puxa pela gola, ordena ao pessoal do GSI para tomar o meu celular. Depois que viu que pegou mal essa atitude, ele me chama para conversar numa boa, que é o que deveria ter feito desde o início. Tentou justificar o injustificável.”

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna