Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Lucas Marchesini

Moraes autoriza retirada temporária de tornozeleira de Jefferson

Presidente do PTB está preso há um mês, acusado de integrar organização criminosa digital contra a democracia

atualizado 15/09/2021 21:40

Roberto JeffersonReprodução/Redes sociais

O ministro Alexandre de Moraes autorizou que Roberto Jefferson retire a tornozeleira eletrônica para fazer exames médicos. A decisão foi assinada nesta terça-feira (14/9). Jefferson foi preso há um mês a pedido da PF, acusado de integrar uma suposta organização criminosa digital para atacar a democracia.

Há duas semanas, o presidente do PTB tem feito um tratamento no Hospital Samaritano Barra, no Rio de Janeiro. Moraes permitiu que o ex-deputado retire temporariamente o monitoramento eletrônico apenas durantes dois exames: cineangiocoronariografia e ressonância nuclear magnética.

Segundo o ministro, a prisão de Roberto Jefferson é “necessária e imprescindível à garantia da ordem pública e à instrução criminal”.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna