Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Natália Portinari

Molon e Freixo fecham acordo sobre candidaturas a governo e Senado pelo RJ

Carlos Siqueira, presidente do PSB, participou da reunião e selou o acordo

atualizado 17/06/2021 9:31

Alessandro Molon e Marcelo Freixo Reprodução/Twitter

Alessandro Molon e Marcelo Freixo, os dois principais nomes da esquerda do Rio de Janeiro, agora sob o mesmo partido, fecharam um acordo ontem sobre as candidaturas para o governo do estado e o Senado em 2022. A ideia foi traçar qual será o espaço de cada um.

O entendimento foi que o cenário ideal é os dois serem candidatos, mas o acordo tratou de outras possibilidades. Se Marcelo Freixo for candidato a governador e precisar da vaga de senador para formar uma chapa com aliados, ela será aberta. Assim, Alessandro Molon concorreria a deputado federal em 2022 e em 2026 receberia o apoio de Freixo para o Senado. Mas, se Freixo não for candidato, o nome do PSB para o Senado no ano que vem será Molon, a menos que ele não queira. Carlos Siqueira, presidente do PSB, participou da reunião e selou o acordo.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna