Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

Michel Temer, Mauricio Macri e a terceira via contra Lula e Bolsonaro

Ex-presidente Michel Temer falou sobre as perspectivas para a terceira via durante debate com o argentino Mauricio Macri

atualizado 03/06/2022 13:32

Ex-presidente da República, Michel Temer fala durante evento da CNI. Ele usa terno e está diante de telão azul frente a pulpito com microfone - Metrópoles Hugo Barreto/Metrópoles

O ex-presidente Michel Temer reconheceu nesta sexta-feira (3/6) que a terceira via enfrentará dificuldades para se viabilizar na eleição presidencial. O MDB, partido de Temer, lançou a senadora Simone Tebet como a candidata do espectro que pretende furar a polarização entre Lula e Bolsonaro.

Temer fez a análise ao participar de um debate com o ex-presidente argentino Mauricio Macri. A pergunta sobre as chances da terceira via partiu do senador Oriovisto Guimarães, do Podemos do Paraná.

Na resposta, Temer disse que uma “polarização radical” se estabeleceu no país.

“Não se conseguiu definir, pelo menos em definitivo, a história da terceira via. Ainda há chance, tenho esperança. Até as eleições pode surgir a ideia de um intermediário, de alguém que não fique em nenhum dos polos e possa oferecer uma opção ao eleitorado. Para ser muito pragmático, confesso que não é fácil, porque a polarização está muito acentuada. Percebe-se pelas pesquisas que 76% do eleitorado já se definiu, mas não é improvável que isso venha a acontecer”, afirmou.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4
Publicidade do parceiro Metrópoles 5
Publicidade do parceiro Metrópoles 6
0

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna