Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Naomi Matsui

Mercado editorial brasileiro paga mico de novo: Nobel de Literatura sem livro no Brasil

Tanzaniano Abdulrazak Gurnah publicou 10 romances e tem os refugiados como tema principal

atualizado 07/10/2021 9:31

Leonardo Cendamo

A notícia do vencedor do Nobel de Literatura 2021 deixou mais uma vez o mercado editorial brasileiro em maus lençóis.

O tanzaniano Abdulrazak Gurnah, autor de 10 livros, nunca foi traduzido e publicado no Brasil, o que mostra como o mercado brasileiro come mosca na hora de trazer para cá os nomes em ascensão da literatura mundial, preferindo focar sempre em autores já conhecidos do público.

Não é a primeira vez que isso ocorre. A vencedora do ano passado, a poetisa americana Louise Glück, também não havia tido livros publicados no Brasil quando ganhou o prêmio.

Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna