Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Naomi Matsui

Juízes federais se solidarizam com Barroso e vão contra voto impresso

A Associação dos Juízes Federais do Brasil afirma que as constantes afrontas a integrantes do TSE e do STF provocam instabilidade política

atualizado 29/07/2021 13:34

coletiva de imprensa e epuracao dos votos no TSE com o ministro Luiz Roberto Barroso 9Igo Estrela/Metrópoles

A Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) se posicionou, nesta quinta-feira (29/7), contra o voto impresso e contra os ataques feitos ao presidente do TSE, Luís Roberto Barroso.

A Ajufe ressaltou que o modelo atual de votação é seguro e que qualquer mudança deve ser discutida em um ambiente de respeito institucional. Também afirmou que as constantes afrontas a integrantes do TSE e do STF provocam instabilidade política.

“É inaceitável que se tente desqualificar o processo democrático propagando ilações que geram desconfiança sobre o funcionamento das instituições e sobre a atuação de agentes públicos. Nesse contexto, são inadmissíveis ataques à legitimidade constitucional do TSE de organizar as eleições e à prerrogativa do Congresso Nacional de avaliar as propostas de mudanças no processo eleitoral”, assinala a nota.

 

Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna