metropoles.com

Governo Bolsonaro infla índice de transparência pública

32% dos pedidos de informação classificados como “acesso concedido” não foram de fato atendidos

atualizado

Compartilhar notícia

Hugo Barreto/Metrópoles
Imagem colorida mostra presidente Jair Bolsonaro (PL) sorrindo - Metrópoles
1 de 1 Imagem colorida mostra presidente Jair Bolsonaro (PL) sorrindo - Metrópoles - Foto: Hugo Barreto/Metrópoles

O governo Bolsonaro, marcado por decretação de sigilos e tentativas de minar a Lei de Acesso à Informação Pública, tem maquiado números para parecer mais transparente.

Levantamento da organização Transparência Brasil avaliou 48.507 pedidos feitos a órgãos federais nos últimos dois anos. Com uma equipe de especialistas e uma classificação independente obtida por meio do uso de um modelo de inteligência artificial, os pesquisadores descobriram que 20% dos pedidos a esses órgãos cujas respostas foram classificadas oficialmente como “acesso concedido” não foram de fato atendidos, ou seja, não forneceram a informação solicitada.

Ainda segundo o levantamento da Transparência, outros 12% etiquetados como “acesso concedido” forneceram apenas parte da informação (foram “parcialmente atendidos”).

Oficialmente, o governo diz que atendeu a 83% dos pedidos feitos por cidadãos, ativistas, entes, jornalistas, entre outros. No entanto, a avaliação da Transparência Brasil da mesma amostra sugere que o índice é de 61.5%

Na amostra analisada pelos pesquisadores, um caso curioso. A Secretaria Geral da Presidência da República qualificou como “acesso concedido” a centenas de pedidos aos quais respondeu não ter provas sobre as supostas fraudes nas eleições de 2018 que Jair Bolsonaro alegou ter, em uma declaração feita em março de 2020 e repetida outras tantas vezes ao longo do governo.

Para Marina Atoji, gerente da Transparência Brasil, os dados imprecisos são preocupantes, porque prejudicam a avaliação sobre o desempenho da legislação e identificam as necessidades de melhoria no funcionamento da aplicação da lei.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comGuilherme Amado

Você quer ficar por dentro da coluna Guilherme Amado e receber notificações em tempo real?

Notificações