Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Naomi Matsui

Daniel Silveira nega manutenção de tornozeleira por estar de muletas

Deputado também afirmou que está usando botas ortopédicas, mas não deu detalhes sobre o problema

atualizado 15/06/2021 14:51

Policia Federal realiza buscas no gabinete de Daniel Silveira no anexo 4 da Câmara FederalFoto, Hugo Barreto/Metrópoles

Daniel Silveira disse à Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) que não poderia ir à manutenção de sua tornozeleira eletrônica, porque está usando botas ortopédicas e muletas.

A resposta consta em relatório enviado ontem ao STF, pela secretaria responsável por monitorar o uso da tornozeleira por Silveira.

No documento, a Seap afirma que Silveira não deu detalhes sobre o motivo de estar usando muletas. O órgão estadual anunciou que pedirá explicações sobre a situação do parlamentar.

Em maio, Silveira alegou ter rompido o lacre da tornozeleira durante a prática de muay thai.

Mesmo após o STF fixar fiança para Daniel Silveira por mau uso da tornozeleira, o deputado continua apresentando problemas com o equipamento.

Em 12 de junho, por exemplo, o aparelho parou de funcionar por falta de carregamento.

Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna