Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Natália Portinari

Daniel Silveira já estuda cenário político caso seja condenado e preso

O STF julgará Daniel Silveira no próximo dia 20 e planeja condenar e cassar o deputado

atualizado 03/04/2022 21:59

Daniel Silveira, deputado federal que teve prisão decretada pelo STF - Metrópoles Igo Estrela/Metrópoles

Daniel Silveira acredita que, se for condenado e tornado inelegível pelo STF, elegerá “pelo menos uns quinze” em seu lugar. O deputado não explica como fez a conta. O STF julgará o deputado no dia 20 de abril.

O bolsonarista, que se filiou nesta quinta-feira ao PTB de Roberto Jefferson, se considera um mártir político no Brasil e afirma a aliados que não perderá sua voz política se for condenado.

Os ministros do Supremo vêm conversando, desde o início de março, para julgar e condenar Silveira pelos crimes de coação, ameaça contra os ministros e incitação de animosidade entre as Forças Armadas e o STF. A pena também incluiria a cassação de seu mandato.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4
Publicidade do parceiro Metrópoles 5
Publicidade do parceiro Metrópoles 6
Publicidade do parceiro Metrópoles 7
Publicidade do parceiro Metrópoles 8
Publicidade do parceiro Metrópoles 9
Publicidade do parceiro Metrópoles 10
0

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna