Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

Como a guerra entre Rússia e Ucrânia prejudica Bolsonaro

O conflito iminente entre os dois países põe em risco os planos do presidente para ganhar popularidade em ano eleitoral

atualizado 12/02/2022 11:50

Alan Santos/Planalto

A possível guerra entre a Rússia e a Ucrânia põe em risco os planos de Jair Bolsonaro para o ano eleitoral.

Uma possível invasão de Putin ao país vizinho já levou a uma alta nos preços de petróleo, o que pode se agravar caso a ameaça se concretize.

Com isso, qualquer medida adotada pelo governo para segurar o preço dos combustíveis pode ser inócua, já que Petrobras acompanha os preços internacionais.

Assim, uma eventual diminuição de tributos em gasolina, diesel e gás de cozinha pode não ter o efeito de reduzir a inflação.

Há mais. Rússia e Ucrânia estão entre os dez maiores produtores mundiais de trigo. A guerra entre os dois deve levar a um aumento no preço do alimento, criando ainda mais pressão na inflação em um ano eleitoral, o terror de todo presidente em busca de reeleição.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna