Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

Lula tem 45% e Bolsonaro 31% no primeiro turno, aponta Quaest

Pesquisa foi feita entre 29 de junho de 2 de julho; margem de erro é de 2 pontos

atualizado 06/07/2022 10:18

Bolsonaro e LulaYanka Romão/Arte/Metrópoles

Jair Bolsonaro oscilou um ponto percentual para cima, chegando a 31% das intenções de voto, e Lula, um para baixo, com 45%, mostrou a pesquisa Quaest, encomendada pela Genial Investimentos, divulgada nesta quarta-feira (6/7). O levantamento anterior foi feito em junho. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

No primeiro cenário da pesquisa estimulada, em que todos os nomes dos pré-candidatos à Presidência são apresentados aos entrevistados, Lula marcou 45%; Bolsonaro, 31%; Ciro Gomes (PDT); 6%; André Janones (Avante), 2%; Simone Tebet (MDB), 2%; e Pablo Marçal (Pros), 1%. Brancos, nulos e não vão votar marcaram 6%. Indecisos também representaram 6%.

No segundo cenário, sem Marçal, Lula e Bolsonaro mantiveram 45% e 31%, respectivamente. Ciro, Janones e Simone Tebet oscilaram, cada um, um ponto percentual para cima, pontuando, assim, 7% e 3%.

Sem Tebet e Janones, no terceiro cenário da estimulada, Lula oscilou dois pontos para cima, também dentro da margem de erro, e chegou a 47% das intenções de voto. Bolsonaro manteve 31%, Ciro oscilou um ponto para cima, chegando a 8%, e Marçal registrou 3% das intenções de voto.

Na pesquisa espontânea, que não oferece ao entrevistado nome de presidenciável, Bolsonaro cresceu quatro pontos percentuais no último mês, chegando a 24% das intenções de voto, enquanto Lula oscilou um ponto percentual para baixo e registrou 31%.

Ainda na espontânea, indecisos passaram de 42% para 40%. Votos em branco, nulo ou não pretendem votar oscilaram um ponto em relação a junho e representam 3% da população. Ciro Gomes manteve o mesmo percentual de intenção de voto de junho, 1%.

A pesquisa fez 2 mil entrevistas pessoais com brasileiros a partir de 16 anos, entre 29 de junho e 2 de julho. O nível de confiança é de 95%. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4
Publicidade do parceiro Metrópoles 5
Publicidade do parceiro Metrópoles 6
0

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna