Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

Bolsonarista Romário venceria em todos os cenários para o Senado no RJ

Em todos os panoramas apresentados para o Senado, Romário ganharia com diferença de mais de 10 pontos percentuais, aponta pesquisa

atualizado 22/03/2022 9:30

JOSÉ CRUZ/ABR

O senador Romário seria reeleito pelo Rio de Janeiro em todos os cenários da pesquisa Quaest, encomendada pela Genial Investimentos e divulgada nesta terça-feira (22/3). O ex-jogador de futebol é filiado ao PL de Jair Bolsonaro e já declarou que votará no presidente.

No primeiro panorama apresentado, Romário aparece com 25%, o ex-prefeito carioca Marcelo Crivella com 14%, seguido da deputada Clarissa Garotinho, do União Brasil, com 7%, e do deputado Alessandro Molon, do PSB, com o mesmo percentual. Washington Reis, do MDB, tem 6%, o presidente da Assembleia Legislativa do Rio, André Ceciliano, do PT, aparece com 4%, mesmo percentual do deputado Otoni de Paula, do PSC. Daniel Silveira, ainda sem partido definido, tem 3%.

No segundo cenário, sem Clarissa e os bolsonaristas Otoni de Paula e Daniel Silveira, Romário aparecer com 29% das intenções de voto, Crivella com 16%, Molon com 8%, Reis com 7% e Ceciliano com 5%.

Sem Romário, Crivella e Ceciliano, no terceiro panorama, Clarissa quase dobra suas intenções de voto e chega a 13%. Quem também cresce nesse cenário é Reis, que empata com Clarissa nos 13%, e Molon, que atinge 11%. Os bolsonaristas Daniel Silveira e Otoni de Paula chegam a 7% e 6%, respectivamente.

No quarto cenário, sem o bispo da Universal Molon e Daniel Silveira, Romário aparece com 29% das intenções de voto. Já Clarissa e Reis caem 3 pontos percentuais em comparação ao panorama dois e apresentam ambos 10%. Ceciliano e Otoni mantêm 5% e 7%, respectivamente.

O levantamento ouviu 1.200 pessoas de 15 a 18 de março. A margem de erro é de 2,8 pontos percentuais, e o nível de confiança, 95%.

0

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna