Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Lucas Marchesini

A esperança de Humberto Martins para o STF

Bolsonaro escolheu André Mendonça para a vaga de Marco Aurélio no Supremo

atualizado 12/07/2021 22:36

Ministro Humberto MartinsGustavo Lima/STJ

Humberto Martins, presidente do Superior Tribunal de Justiça, vinha dando sinais de que apostava em ser o escolhido de Jair Bolsonaro para o STF e se preparava para trocar de gabinete, com a aposentadoria do ministro Marco Aurélio Mello neste mês.

No último dia 25, Martins pediu a todas as secretarias do Conselho da Justiça Federal (CJF), órgão que também preside, um balanço de seu primeiro ano no conselho. Servidores estranharam. O costume é contabilizar os feitos da gestão no ano seguinte ao fim do mandato — e o de Martins termina apenas em agosto em 2022.

Nesta segunda-feira (12/7), Bolsonaro confirmou que indicará André Mendonça, advogado-geral da União, à vaga no STF. Nos últimos dias, Mendonça tem conversado com senadores para garantir que sua sabatina no Senado não tenha riscos de reprovação.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna