Observadora do cenário político do DF, lança luz nos bastidores do poder na capital.

Secretaria de Educação do DF vai vacinar primeiro funcionários de creches

O plano de imunização dos 80 mil trabalhadores das redes pública e privada passa por ajustes para que se possa definir uma data

atualizado 14/05/2021 20:40

Vacinação contra Covid-19 em pessoas com comorbidades e gestantes no estacionamento 13 do Parque da CidadeGustavo Alcântara/Especial Metrópoles

As secretarias de Educação e de Saúde do DF decidiram que os primeiros profissionais da educação a serem vacinados contra a Covid-19 serão os que atuam em creches. Os empregados desses estabelecimentos somam um universo de aproximadamente 10 mil pessoas. Apesar da resolução, as pastas não conseguiram definir uma data para que a imunização desse grupo se inicie.

Representantes das duas secretarias se reuniram nesta sexta-feira (14/5) a fim de definir o calendário. No entanto, após analise do cenário para imunizar trabalhadores das redes pública e privada do DF, as pastas chegaram à conclusão de que seriam 80 mil pessoas, e não haveria doses suficientes.

Por esse motivo, a Secretaria de Educação recebeu a demanda de ajustar o plano original, de forma a estabelecer prioridades, respeitando-se parâmetros educacionais e epidemiológicos.

“O quantitativo de doses enviado pelo Ministério da Saúde à Secretaria de Saúde do DF não se destina ao público de professores, etapa posterior ao grupo de comorbidades, segundo o Plano Nacional de Vacinação. Porém, por determinação do governador, o GDF iniciará a vacinação dos profissionais da educação concomitante à vacinação do grupo prioritário de comorbidades”, disse a pasta por meio de nota.

Creches

Assim, ficou decidido apenas que o Plano de Vacinação da Educação será feito em etapas, iniciando-se pelos profissionais que atuam nas creches.

“A Secretaria de Estado de Saúde disponibilizou toda a estrutura de vacinação para a execução das etapas do plano de vacinação dos profissionais de educação, que será detalhado gradativamente em conformidade com o recebimento das doses de vacinas Covid pelo Ministério da Saúde. A Etapa I, creches, iniciará brevemente”, diz a nota da pasta.

Expectativa

A perspectiva de que a vacinação dos profissionais da educação, incluindo professores, monitores, merendeiras, estaria próxima foi anunciada em coletiva de imprensa, realizada nessa quinta-feira (13/5), pelo secretário-chefe da Casa Civil, Gustavo Rocha.

A expectativa é que a vacinação contra a Covid para essa categoria seja feita com parte das 49,9 mil doses de imunizantes recebidas. Desse total, cerca de 12 mil serão destinadas à primeira aplicação e, com isso, o GDF espera separar uma proporção para contemplar a categoria. As outras 12 mil unidades serão usadas como segunda dose de pacientes que já iniciaram o tratamento.

A vacinação dos profissionais de educação será realizada antes do retorno das aulas presenciais. O governador Ibaneis Rocha (MDB) espera o retorno entre junho e julho. O secretário da Casa Civil, no entanto, citou o mês de agosto como data de retorno, durante a coletiva de imprensa.

Últimas notícias