Observadora do cenário político do DF, lança luz nos bastidores do poder na capital.

Por apologia ao nazismo, deputado quer barrar show de banda norueguesa no DF

Segundo representação, a banda Mayhem pretende realizar show em Brasília em 22 de março. Integrantes são acusados de apologia ao nazismo

atualizado 16/03/2023 20:50

Fotografia da fachada da CLDF Carlos Gandra/CLDF

O deputado distrital Fábio Felix (Psol) apresentou representação à Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) e ao Ministério Público do DF e dos Territórios (MPDFT) para barrar o show de uma banda norueguesa na capital do país. De acordo com o documento, os membros da Mayhem teriam sido relacionados a práticas de apologia ao nazismo.

A banda pretende realizar show em Brasília no dia 22 de março, no Guará. De acordo com a representação, o grupo “possui histórico de cometimento de atos em defesa da ideologia nazista, por meio da utilização de trajes e símbolos alusivos ao regime de extrema direita”.

“No centro dos discursos de ódio está o vocalista da Banda, Attila Csihar, que admitiu a utilização de tais símbolos e a ideologia de extrema direita supremacista adotada pela banda”, completa o texto. O distrital elencou algumas declarações do vocalista. Veja:

“Mas você nunca ouviu falar sobre isso. As pessoas focam apenas em um aspecto superficial e pronto. E a Alemanha está sofrendo para sempre com esse tipo de carma de país perverso. No entanto, eles não foram os únicos na história que executaram nações inteiras.”

“Acho que o único lugar em que você pode ver símbolos nazistas no Mayhem é no merchandising da banda, o que de fato faz parte da provocação.”

Fábio pediu ao Ministério Público a instauração de procedimento para investigar a conduta dos integrantes da banda durante a turnê pelo Brasil e, se for o caso, suspender preventivamente o show programado para o DF.

Para a PCDF, o deputado pediu que a Delegacia Especial de Repressão aos Crimes por Discriminação Racial, Religiosa ou por Orientação Sexual ou contra a Pessoa Idosa ou com Deficiência (Decrin) abra inquérito para apurar a conduta dos integrantes da banda a fim de encaminhar o caso para órgãos encarregados da prevenção de delitos.

O requerimento foi enviado nesta quinta-feira (16/3).

Mais lidas
Últimas notícias