metropoles.com

Policiais e bombeiros do DF vão ao Congresso pressionar por reajuste

Entidades de classe convocaram policiais e bombeiros do DF para pressionar por aprovação de emenda que adequa orçamento para recomposição

atualizado

Compartilhar notícia

Igo Estrela/Metrópoles
Policiais civis
1 de 1 Policiais civis - Foto: Igo Estrela/Metrópoles

Policiais civis, militares e bombeiros do Distrito Federal marcaram mobilização no Congresso Nacional, na tarde desta quarta-feira (26/4), para pressionar deputados e senadores a aprovarem a previsão orçamentária para o reajuste salarial de 18%.

A Comissão Mista de Orçamento (CMO) reprovou, nesta terça-feira (25/4), a emenda que abria espaço no orçamento e garantia a segurança para futura aplicação da recomposição.

O senador Izalci Lucas (PSDB-DF), autor da emenda, vai apresentá-la em plenário nesta quarta-feira.

O presidente da Associação dos Oficiais do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (AssofBM-DF), coronel Eugênio Nogueira, e o Sindicato dos Policiais Civis do Distrito Federal (Sipol-DF) convocaram os integrantes das corporações para um ato a favor da emenda.

A concentração está marcada para as 12h desta quarta-feira, na Câmara dos Deputados.

Entenda

CMO aprovou a proposta do governo federal de aumento salarial linear de 9% para todos os servidores.

O senador Izalci apresentou uma emenda ao projeto para que fosse prevista, no orçamento federal, a recomposição salarial em percentual maior para as forças de segurança do DF, porém, os deputados e senadores da comissão rejeitaram.

O relator do Projeto de Lei do Congresso Nacional nº 02/2023, senador Marcelo Castro (MDB-PI), entendeu que as forças de segurança do DF devem receber o mesmo reajuste de 9% proposto para as demais carreiras vinculadas ao governo federal.

“Mantemos, portanto, a mesma posição firmada quando da tramitação do Projeto de Lei Orçamentária para 2023, de aplicação a essas categorias do mesmo índice de reajuste linear concedido às demais carreiras do Poder Executivo federal”, justificou o relator.

O diretor do Sinpol-DF, Diego Vaz, se manifestou por meio de nota. Confira abaixo:

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações