Observadora do cenário político do DF, lança luz nos bastidores do poder na capital.

Padre Cássio Augusto, pároco de Ceilândia, morre vítima da Covid-19

O religioso estava internado por complicações causadas pelo novo coronavírus e, na noite deste sábado (15/8), não resistiu

atualizado 15/08/2020 21:58

Padre Cássio Augusto morre de Covid-19Reprodução/Facebook

O padre Cássio Augusto, 40 anos, morreu em decorrência das complicações provocadas pelo novo coronavírus, na noite deste sábado (15/8).

Cássio era da Paróquia Nossa Senhora da Assunção, em Ceilândia. Nas redes sociais, a Arquidiocese de Brasília e a igreja onde o religioso atuava comunicaram o falecimento.

“Informamos que hoje, no dia 15 de agosto de 2020, solenidade de Nossa Senhora da Assunção, nosso pároco Cássio Augusto fez sua Páscoa! A morte não significa para nós tristeza, mas a certeza da vida eterna. Contamos com vossas orações pela alma dele, familiares e amigos”. A saudade fica, mas… Coragem!”, disse a paróquia, em sua publicação.

0

Cássio Augusto Antunes de Paiva, o padre Cássio Augusto, nasceu em Taguatinga, no dia 19 de outubro de 1979. Ele passou pela Paróquia Santa Maria dos Pobres, no Paranoá, por diversas igrejas de Goiânia e pelo Santuário Arquidiocesano Menino Jesus, em Brazlândia.

João da Silva

No dia 22 de julho, o padre João da Silva, 52 anos, morreu vítima da Covid-19. Atuante em Brasília, Silva havia sido transferido da capital federal para Campos do Jordão em 2019. Ele estava internado em um hospital do município paulistano desde 1º/7, após apresentar dificuldade respiratória.

Em áudio enviado a conhecidos, momentos antes de ser internado, o padre já se mostrava bastante abatido por causa da doença. “Estou cansado de lutar”, diz em um dos trechos. “Acho que perdi as forças. Mas Deus vai ajudar”, termina o padre.

Conforme publicado pelo Metrópoles, em um período de 20 dias no mês de julho, a Arquidiocese de Brasília informou que foram confirmados 10 casos da Covid-19 entre padres da capital do país.

Últimas notícias