Observadora do cenário político do DF, lança luz nos bastidores do poder na capital.

Moradora do Guará, dentista morre de coronavírus, diz família

Trata-se de uma mulher de 57 anos. Causa da morte está no atestado de óbito, segundo parentes da vítima informaram ao Metrópoles

atualizado 15/04/2020 15:44

Uma moradora do Guará de 57 anos morreu em decorrência do novo coronavírus nesta quarta-feira (15/04). A Covid-19 foi confirmada como causa da morte no atestado de óbito, segundo a família informou ao Metrópoles.

A paciente estava internada no Hospital Brasília, no Lago Sul, há cerca de um mês. De acordo com parentes, ela apresentava problemas respiratórios, como bronquite e asma. O quadro de saúde teria se agravado após a infecção comprometer os pulmões. Há duas semanas, a mulher precisou ser entubada.

A vítima, que era dentista, fez uma viagem a São Paulo no início de março. Mas os familiares não têm certeza se ela contraiu o coronavírus nessa ocasião. O corpo será enterrado às 16h desta quarta.

A morte ainda não constava no sistema da Secretaria de Saúde até a última atualização desta reportagem. Há 17 óbitos confirmados pelo GDF no Distrito Federal.

A pasta de Saúde local registrou duas mortes por coronavírus no DF na tarde dessa terça-feira (14/04).

Morador de Taguatinga Norte, um homem de 94 anos deu entrada no Hospital Anchieta, em Taguatinga, no dia 7 de abril, e faleceu em decorrência da Covid-19 no domingo (12/04). Ele tinha diabetes, hipertensão e doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC).

A outra vítima é um morador de Águas Claras, de 78 anos, que foi internado no Hospital Brasília, em 31 de março. O paciente tinha neoplasia e morreu também no domingo (12/04).

Águas Claras aparece no segundo lugar no ranking, com 68 casos, atrás apenas do Plano Piloto (178). O Guará, onde morava a dentista, tem 39 registros de coronavírus e está na sétima posição, segundo últimos dados do GDF.

Últimas notícias