Observadora do cenário político do DF, lança luz nos bastidores do poder na capital.

Ibaneis diz que GDF analisa “melhor forma” de vacinar adolescentes com comorbidades

O governador Ibaneis Rocha havia declarado que seguiria recomendação para imunizar contra Covid-19 pessoas de 12 a 17 anos com comorbidades

atualizado 30/07/2021 17:42

Vacinação para pessoas com 35 anos ou maisRafaela Felicciano/Metrópoles

O governador Ibaneis Rocha (MDB) disse, nesta sexta-feira (30/7), que o Governo do Distrito Federal analisa “a melhor forma de iniciar a vacinação para crianças de 12 a 17 anos com comorbidades”. A informação foi publicada no Twitter.

Na quinta-feira (29/7), Ibaneis afirmou que seguiria a orientação do Ministério da Saúde sobre a imunização contra a Covid-19 dos jovens. “Essas questões de saúde eu não tenho opinião própria, somente sigo o que mandam os técnicos. Se existe recomendação do Ministério da Saúde, vamos vacinar”, ressaltou.

O chefe do Executivo local destacou dificuldades que as crianças com deficiência e suas respectivas famílias enfrentam diante da pandemia do novo coronavírus. “Fico imaginando quão difícil para os pais fazer uma criança, principalmente as com deficiência, usar máscaras e seguir as recomendações de isolamento”, ponderou.

O Ministério da Saúde anunciou, na noite de terça-feira (27/7), que jovens de 12 a 17 anos com comorbidades serão incluídos no esquema de vacinação, após a conclusão do envio de doses para a população com mais de 18 anos.

Atualmente, o DF vacina contra Covid-19 pessoas com 35 anos ou mais. Ibaneis anunciou que a faixa etária abrangida pela campanha será reduzida para 30 anos, a partir de terça-feira (3/8).

Últimas notícias