Observadora do cenário político do DF, lança luz nos bastidores do poder na capital.

Ibaneis abre processo para contratar médicos e enfermeiros aposentados

O governador do DF também vai abrir chamamento para ampliar a carga horária de profissionais da saúde de 20 para 40 horas semanais

atualizado 08/03/2021 15:51

Governador ibaneis Rocha brasilia DFMichael Melo/Metrópoles

O governador Ibaneis Rocha (MDB) vai abrir um chamamento público para ampliar a carga horária de servidores e contratar temporariamente aposentados da Secretaria de Saúde e do Hospital Universitário de Brasília (HUB). O objetivo é reforçar o atendimento de pacientes, durante o agravamento da pandemia da Covid-19.

Tanto o processo de aumento da jornada de trabalho, de 20 para 40 horas, quanto o chamamento de aposentados ocorrerão por meio de adesão, ou seja, não são obrigatórios e dependerão do aceite dos profissionais interessados.

“Estamos tomando medidas complementares para garantir que o cidadão tenha acesso ao socorro médico necessário. A Secretaria de Saúde vai abrir o chamamento para incentivar que mais profissionais estejam à disposição da população”, revelou Ibaneis à coluna Grande Angular, nesta segunda-feira (8/3).

Poderão aderir ao contrato temporário de 40 horas semanais os seguintes profissionais: especialista de clínica médica, intensivista adulto, anestesiologista, nefrologista, intensivista neonatal, enfermeiro e fisioterapeuta com experiência em UTI e pronto-socorro. Quem já está na ativa e trabalha 20 horas semanais na rede pública terá a opção de estender a carga para 40 horas.

Segundo o governador, será publicado ainda hoje o documento que especificará, em detalhes, as regras de adesão aos contratos temporários.

As UTIs destinadas a pacientes diagnosticados com o novo coronavírus estão superlotadas na capital do país. Em razão do recrudescimento da pandemia, Ibaneis decretou, nesta segunda-feira, toque de recolher no DF, das 22h às 5h. Quem desrespeitar as regras está sujeito à multa de R$ 2 mil.

Últimas notícias