Observadora do cenário político do DF, lança luz nos bastidores do poder na capital.

Entorno: sem aumento nas passagens, empresas ameaçam parar mil ônibus

Associação de empresas diz que coletivos podem parar de rodar após GDF informar que passagens das linhas do Entorno não terão reajuste

atualizado 25/02/2022 8:55

Coronavirus Rodoviaria do plano pilotoRafaela Felicciano/Metrópoles

A Associação Nacional das Empresas de Transporte Rodoviário Interestadual de Passageiros (Anatrip) diz que mais de mil ônibus podem parar de rodar caso não haja reajuste nas passagens das linhas do Entorno. Na quarta-feira (23/2), a Secretaria de Transporte e Mobilidade do Distrito Federal (Semob) informou que não há previsão de aumentar esses valores.

No último dia 17, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) aprovou o reajuste tarifário dos serviços de transporte das linhas que ligam Brasília à região goiana em até 25,126%, válido a partir de 27 de fevereiro. Um dos motivos alegados seria o preço do óleo diesel, que sofreu aumento de 48,28% no período de 12 meses.

Segundo a ANTT, “os entes públicos locais podem considerar, ou não, o aumento proposto pela agência para o semiurbano em todo o Brasil”. Mesmo com o aval, até o momento, o Governo do Distrito Federal (GDF) decidiu manter os valores da tarifa.

De acordo com Carlos Alberto Medeiros, conselheiro da Anatrip, com a perda na quantidade de passageiros no início da pandemia de Covid-19 e o aumento significativo no preço do litro do diesel, as empresas se afundaram em forte crise econômica. “Muitas começaram a recorrer a financiamento, porque sempre houve a certeza desse reajuste em fevereiro. Agora, com essa posição do GDF, as empresas não vão ter condição de se manter e vão parar”, diz.

Carlos Alberto diz ainda que parte do serviço prestado pelas empresas de ônibus no DF é custeada pelos passageiros e a outra parte, pelo GDF. No caso do transporte do Entorno, a única fonte de arrecadação consiste nas passagens pagas pelos usuários.

“Está uma situação muito crítica. Se não houver o reajuste, as empresas vão começar a diminuir frota ou até paralisar as atividades”, afirma.

Segundo a Semob, a pasta somente terá possibilidade de fazer o estudo para um eventual ajuste nas passagens após a instalação dos equipamentos de bilhetagem eletrônica. A Anatrip, porém, argumenta haver empresas que já trabalham com o sistema de bilhetagem eletrônica e que, mesmo assim, não terão direito ao reajuste.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
0
O que diz a Semob

As tarifas das 396 linhas de ônibus do transporte semiurbano da região do Entorno vão continuar com os mesmos valores. A Semob, responsável pela gestão do sistema desde julho de 2021, diz que somente terá possibilidade de fazer o estudo para um possível ajuste nas passagens após a instalação dos equipamentos de bilhetagem eletrônica.

Segundo o secretário da Semob, Valter Casimiro, o sistema deverá armazenar os dados dos veículos, a regularidade das viagens e a quantidade de passageiros transportados. “Além da programação operacional, as análises dessas informações vão permitir que a pasta utilize os dados para definir as políticas públicas de mobilidade urbana e o planejamento estratégico do transporte público”, completa.

Por meio da Portaria nº 8/2022, publicada no dia 10 de fevereiro, a Semob determinou que as empresas instalem os equipamentos de bilhetagem no prazo de 150 dias. O novo sistema permitirá integrar os serviços do DF e do Entorno. Assim, a pasta poderá planejar e fiscalizar a prestação de serviços das operadoras.

O sistema também vai permitir o pagamento das tarifas do transporte do Entorno e do DF com o mesmo cartão, incluindo o metrô. “É importante esclarecer que não haverá integração tarifária. Sendo assim, não se aplicam as regras de três viagens, no limite de três horas, com a cobrança de uma única tarifa”, acrescenta Casimiro.

Além disso, a bilhetagem automática deverá reduzir a circulação de dinheiro nos ônibus e aumentar a segurança nas viagens, coibindo as ocorrências de roubos nos veículos.

Mais lidas
Últimas notícias