metropoles.com

Delegados da PCDF reforçam mobilização por reajuste de 18%

Após reprovação de proposta, forças de segurança organizam mobilização no Congresso para recuperar reajuste de 18%

atualizado

Compartilhar notícia

Vinicius Santa Rosa/Metrópoles
Delegacia - Metrópoles
1 de 1 Delegacia - Metrópoles - Foto: Vinicius Santa Rosa/Metrópoles

Os delegados da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) reforçaram a mobilização das forças de segurança locais pelo reajuste de 18%. A proposta tramitava bem no Congresso Nacional, mas foi reprovada em comissão.

“A nossa situação é extremamente complicada”, alertou a presidente do Sindepo, delegada Claudia Alcântara. Para a líder sindical, não existe justificativa plausível para as forças de segurança não receberem a recomposição.

A presidente do Sindepo gravou um vídeo ao lado do diretor do Sinpol, Diego Vaz. Confira:

A Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso Nacional reprovou, nesta terça-feira (25/4), a emenda apresentada pelo senador Izalci Lucas (PSDB), prevendo, no orçamento, o reajuste de 18%.

Surpreendendo as forças de segurança, a CMO aprovou a proposta do governo federal de aumento salarial linear de 9% para todos os servidores.

Policiais civis, militares e bombeiros marcaram mobilização no Congresso Nacional, nesta quarta-feira (26/4), para pressionar os parlamentares a aprovarem o reajuste de 18%.

Delegados

Izalci Lucas vai apresentar a emenda com o reajuste de 18% em destaque em plenário nesta quarta-feira. Por isso, Alcântara convocou os delegados para o movimento.

Segundo a presidente do Sindepo, a presença dos delegados é necessária e todos devem observar como o governo federal irá encaminhar a votação. “É importante que os delegados se mostrem presentes”, ressaltou.

A recomposição de 18% é uma promessa do Governo do Distrito Federal (GDF), tendo lastro, inclusive, no Fundo Constitucional do DF (FCDF).

Histórico

A proposta de reajuste de 18% para policiais civis, militares e bombeiros do DF foi encaminhada ao governo federal pela então governadora Celina Leão (PP), em fevereiro deste ano.

Segundo a análise técnica do GDF, o aumento para os policiais civis, militares e bombeiros terá impacto anual de R$ 1.457.327.439,79, o que pode ser comportado pelo FCDF sem necessidade de recomposição do fundo.

 

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações