Observadora do cenário político do DF, lança luz nos bastidores do poder na capital.

Covid-19: DF inicia testagem em massa no Plano e em Águas Claras

Cerca de 100 mil exames começam a ser feitos nesta terça-feira. A meta é aplicar 450 mil testes até o final de maio em todo o DF

atualizado 20/04/2020 14:55

vacina sendo fabricada em laboratórioThisisEngineering RAEng/Unsplash

O governador Ibaneis Rocha (MDB) informou que o Distrito Federal começa, nesta terça-feira (21/04), a aplicar 450 mil testes para detecção do novo coronavírus. Na primeira etapa da testagem em massa, cerca de 100 mil exames pela saliva serão aplicados em Águas Claras e no Plano Piloto. Os resultados ficam prontos em 72 horas.

“Queremos testar 15% da população, ou cerca de 450 mil pessoas, até o final de maio, quando as aulas devem retornar”, disse Ibaneis Rocha à coluna.

O governador destaca que a quantidade não é suficiente para testar todos os moradores do DF. Por isso, na primeira fase, a prioridade será para aqueles que têm sintomas de gripe. “Teste não cura, mas orienta as políticas públicas de saúde e do controle da doença”, ressalta.

Os testes em Águas Claras e no Plano Piloto serão aplicados em sistema de drive-thru, ou seja, ninguém vai precisar sair dos carros. Em Águas Claras, serão montados postos no estacionamento da Unieuro e em pontos ainda não definidos. No Plano Piloto, haverá testagem em quatro estacionamentos do Parque da Cidade e do estádio Mané Garrincha.

Até o final do dia, deverão ser divulgados horários e demais detalhes sobre o funcionamento dos postos.

No começo de abril, o governador Ibaneis Rocha disse, em entrevista à coluna Grande Angular, que faria testagem em massa na população do DF para identificar casos do novo coronavírus. Na ocasião, o emedebista afirmou que a medida é necessária também para a tomada de decisões em relação às restrições para combater o avanço da doença na capital.

Na sexta-feira (18/04), o GDF decidiu liberar o funcionamento de todo o comércio e indústria – exceto bares, restaurantes e academias – a partir de 3 de maio. Além disso, um decreto será publicado para tornar o uso de máscaras obrigatório no Distrito Federal.

Após análise do comportamento da curva dos casos da Covid-19, o governo local tomou a decisão de autorizar o retorno das atividades nos shoppings, desde que com uma porta de entrada e de saída abertas.

Ibaneis saiu na frente dos outros estados adotando medidas restritivas de combate ao coronavírus em 19 de março. No começo de abril, publicou decreto ampliando a suspensão de diversas atividades até o dia 3 de maio, para evitar a disseminação da doença. As agências bancárias e cooperativas de crédito no DF, públicas e privadas, foram autorizadas e voltaram a funcionar.

O DF tinha, até o início da tarde desta segunda-feira (20/04), 871 casos confirmados do novo coronavírus.

Últimas notícias