Observadora do cenário político do DF, lança luz nos bastidores do poder na capital.

Bolsonaristas convocam ato na Esplanada, que é fechada parcialmente

A SSP-DF decidiu bloquear o trânsito na Esplanada, de forma parcial, após circular nas redes sociais um convite de bolsonaristas ao protesto

atualizado 31/10/2022 17:41

Esplanada dos Ministérios é fechada parcialmente para evitar invasão de apoiadores do presidente derrotado nas eleições presidenciais, Jair Bolsonaro. Na foto, policiais observam a movimentação - Metrópoles Matheus Veloso/Metrópoles

Um convite para manifestação na Esplanada dos Ministérios, no fim da tarde desta segunda-feira (31/10), circula nas redes sociais. “Os patriotas estão sendo convocados para a Esplanada. Pátria amada, Brasil!”, diz o convite. Para evitar invasão de caminhoneiros na Esplanada e garantir a segurança, parte da via já foi interditada para veículos.

Até o momento, o fechamento está restrito à região do Congresso Nacional e da L4 até a Esplanada, nas proximidades do Palácio do Planalto.

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) informou que a Esplanada foi interditada de forma preventiva para “evitar que caminhões invadam a região”. “A ideia é proteger os órgãos públicos e manter a ordem”, disse.

A Secretaria de Segurança Pública do DF (SSP-DF) afirmou que a medida ocorre “após identificação de possível ato marcado para o local convocado em redes sociais”. A coluna apurou que o ato ao qual a SSP-DF se refere é o do convite que circula na internet.

A pasta disse que o bloqueio poderá ser revisto após nova avaliação. “A SSP-DF destaca que toda a Esplanada segue monitorada pela segurança pública, com suporte de câmeras e pelo serviço de inteligência, com apoio das forças de segurança”, pontuou.

Veja a convocação de bolsonaristas que circula nas redes sociais:

Fotografia colorida de convite digital com bandeira do Brasil ao fundo
ato de bolsonaristas na esplanada

O Supremo Tribunal Federal (STF) ganhou reforço nesta segunda-feira. Viaturas da Polícia Judicial foram estacionadas na frente do prédio da Corte, que fica atrás do Congresso Nacional. Veja fotos:

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
0

Após a derrota de Jair Bolsonaro (PL) nas urnas, apoiadores do presidente bloqueiam 94 pontos em rodovias de 15 estados brasileiros e do Distrito Federal. As informações são da Associação Brasileira de Condutores de Veículos Automotores (Abrava). As manifestações começaram na madrugada desta segunda.

O bloqueio se aproxima do DF. A tropa de choque da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi acionada para pôr fim à intervenção na BR-040, entre Luziânia e a Cidade Ocidental, ambos municípios goianos que compõem o Entorno do DF.

Depois de tentativas frustradas da PRF de negociar com manifestantes, o choque conseguiu desobstruir a rodovia, por volta das 13h10.

Uma das rodovias afetadas foi a BR-020, na altura do km 010, próximo à Formosa (GO), também no Entorno da capital federal. A pista segue totalmente interditada nos dois sentidos e a saída da cidade da cidade está fechada.

À coluna, o governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB) disse que está “acompanhando de perto, mas sem grandes preocupações”.

Mais lidas
Últimas notícias