Observadora do cenário político do DF, lança luz nos bastidores do poder na capital.

Após 23 dias internado, Gabriel Luiz recebe alta: “O pior já passou”

O jornalista da TV Globo Brasília foi brutalmente esfaqueado no Sudoeste, em 14 de abril deste ano. Ele continuará com a fisioterapia

atualizado 06/05/2022 18:52

O repórter da TV Globo de Brasília, Gabriel Luiz, grava vídeo após alta. Ele foi esfaqueado há 23 dias atrás - MetrópolesReprodução/Instagram

Editor e repórter da TV Globo Brasília, brutalmente esfaqueado em 14 de abril, Gabriel Luiz recebeu alta do hospital na tarde desta sexta-feira (6/5). De casa, o jornalista precisará continuar com cuidados médicos, para conseguir a recuperação total.

“Tenho que continuar fazendo fisioterapia e cuidar do pâncreas, que ainda está cicatrizando. Por isso não posso comer coisa muito gordurosa. A notícia boa é que o pior já passou, não corro mais nenhum risco. E agarrar a essa nova oportunidade que a vida está me dando”, afirmou, em vídeo publicado nas redes sociais.

0

Gabriel disse que torcia muito para que o momento da alta chegasse: “Foram dias difíceis, intensos, mas já passou. Quero agradecer todos os médicos, enfermeiras que cuidaram de mim, desde o começo. Quero agradecer também as mensagens de carinho, as orações, tudo isso toca muito o meu coração e fico sem palavras”.

O crime

A PCDF deteve os dois suspeitos de terem atacado o editor com pelo menos 10 facadas. Os criminosos foram levados à delegacia no dia 15, menos de 24h após o crime. A corporação confirmou que o caso se trata de uma tentativa de latrocínio.

Em entrevista coletiva, o delegado Petter Fischer Ranquetat, da 3ª DP (Cruzeiro), disse que José Felipe Leite Tunholi, 19 anos, e o comparsa, de 17, viram no jornalista uma potencial vítima e decidiram assaltá-lo. José Felipe foi acusado de tentativa de homicídio e corrupção de menores.

Veja o vídeo divulgado por Gabriel nas redes sociais:

Quando se aproximaram de Gabriel, o adolescente lhe aplicou um mata-leão – golpe que consiste em apertar o pescoço da vítima com os braços –, enquanto José Felipe desferiu as facadas. A dupla fugiu levando o celular e a carteira da vítima, com R$ 250. Eles retiraram o dinheiro e, depois, descartaram os objetos na rua.

Mãe de rapaz que esfaqueou Gabriel Luiz relatou à PCDF origem de euros

“Eles não conheciam o Gabriel. Só depois viram quem era a vítima e a repercussão do caso. O maior fez planos de fugir para Paracatu (MG), mas conseguimos evitar e detê-lo”, ressaltou Petter. Para fugir, José teria furtado 550 euros da mãe.

Antes de saber do crime contra o filho, a mãe do jornalista, a empresária Cacia Attias, afirmou ter sonhado com um anjo que tinha a asa ferida.

“Dois dias antes de acontecer, eu sonhei que um anjo tinha caído na minha varanda com a asa ferida, e eu queria ajudá-lo a voltar a voar. Foi um sonho muito real, mas na hora a gente não sabe o que significa”, disse.

Quer ficar ligado em tudo o que rola no quadradinho? Siga o perfil do Metrópoles DF no Instagram

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

 

Mais lidas
Últimas notícias