Dorival é vítima de “trairagem dupla”: do Flamengo e de Vitor Pereira

Num movimento surpreendente, o português simulou problemas de saúde para deixar o Timão e ir para o Rio, e está perto do acerto com o Fla

atualizado 26/11/2022 9:19

Reprodução/Montagem

Como o Metrópoles publicou na noite desta sexta-feira (25/11),  Dorival Júnior não é mais o técnico do Flamengo. Num vídeo muito elegante, embora visivelmente constrangido, o treinador que conquistou a Libertadores e a Copa do Brasil agradeceu a torcida, os jogadores, mas não os dirigentes.

Dorival Júnior foi vítima de uma dupla “trairagem”. Rodolfo Landim, logo após fazer selfie com a taça da Liberta, disse várias vezes que a renovação seria tranquila, uma consequência dos resultados que o treinador entregou.

Só que não. A diretoria do Flamengo provavelmente já estava de olho em Vitor Pereira, enquanto os dois times disputavam a Copa do Brasil. Quem garante que o “namoro” entre eles já não havia começado nessa época?

Por essas e outras, a “trairagem” do sr. Pereira com o Corinthians é ainda mais imperdoável.

“Eu me sinto muito triste, queria muito continuar esse projeto, mas não tem hipótese nenhuma. Não vou pra clube nenhum, eu vou pra casa tenho que ajudar a estabilizar um pouco o processo da doença da minha sogra”, afirmou.

Poucas semanas antes, o atacante Hulk, do Atlético, havia dado uma declaração intrigante sobre o treinador português:

“Vítor me treinou no Porto e fui capitão sob o seu comando. A mesma coisa na China e foi muito bacana. Sempre o respeitei. Desejo o melhor para a vida dele, mas, como ser humano, foi uma decepção… Não faz parte do meu círculo de amizades”, disse Hulk.

Agora estamos entendendo.

Para acompanhar as atualizações da coluna, siga o “Futebol Etc” no Twitter; e também no Instagram.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu celular? Entre no canal do Metrópoles no Telegram e não deixe de nos seguir também no Instagram!

Mais lidas
Últimas notícias