As curiosidades, tendências e novidades do mundo pet

Gato lobisomem? Conheça a excêntrica raça que lembra o ser mitológico

Com poucos pelos na face, o bichano excêntrico, que se assemelha ao lobisomem, recebeu o nome de "lykoi", que significa "lobo" em grego

atualizado 01/08/2022 15:57

Foto colorida do gato lobisomem Redes sociais/Divulgação

Com poucos pelos na face, um bichano excêntrico, que se assemelha ao lobisomem, está fazendo sucesso nas redes sociais. A “criatura” um tanto quanto inusitada recebeu o nome de “lykoi”, em grego, “lobo”.  De acordo com Rodrigo Prazeres, especialista em medicina felina e animais selvagens e exóticos ao Vida de Bicho, o gato se parece com o ser lendário, que é descrito como um humano capaz de se transformar em lobo ou em algo semelhante em noites de lua cheia.

Veja também:

O médico-veterinário contou que a raça tem uma mutação genética que lhe confere a condição de hipotriquia capilar, a ausência de pelo em algumas partes do corpo.  Pesquisadores de algumas universidades estudaram o motivo de lykoi não ter pelos em todo o corpo, e descobriram que alguns folículos pilosos do animal precisavam de todos os componentes responsáveis pela criação da pelagem. Essa, então, seria a causa da ausência de pelagem.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
0

Por conta da alteração genética, estes bichanos podem, em algum período da vida, desenvolver alopecia total. Porém, a situação não é definitiva e pode ocorrer um repilamento aleatório. Com isso, terão momentos em que o gato estará calvo, mas, depois, eles pode voltar a ter pelo.

Segundo o médico-veterinário José Mouriño informou ao Vida de Bicho, mesmo com a característica em relação a sua pelagem, o gato exótico é como qualquer outro bichano doméstico. Porém, os tutores dessa raça devem ter cuidados importantes.

“É preciso ter cuidado com o sol, porque a pele mais exposta pode ter mais problemas com tumores. Contudo a própria cor do lykoi é algo que facilita, porque ele nasce escuro, mas depois vai ficando prateado. Ele tem uma mistura de fios escuros e claros, o que acaba trazendo uma certa proteção para a pele, diferente do sphynx, raça de gatos originária do Canadá, por exemplo, que não tem pelo nenhum”, afirma José.

O profissional explica que a cor de lykoi não é predisposta a tumores como são a branca e a vermelha, no entanto, é importante ter um cuidado especial no momento da escovação e dos banhos, evitando uma maior queda de pelos.

Mais lidas
Últimas notícias