Este é um espaço para celebrar a vida e as pessoas. Viaje comigo nesta aventura!

Veja por que o livro de Harry vai causar constrangimento para Charles

Recentemente, o príncipe Charles fez um elogio ao caçula, o que foi visto como uma tentativa de adiar a data da publicação do livro

atualizado 11/01/2022 11:44

Príncipe Charles e HarryGetty Images

As contendas entre o príncipe Harry e a realeza britânica podem ficar ainda mais graves devido a seu livro de memórias que será lançado ainda este ano. O editor-geral do Daily Mail, Richard Kay, revelou, em julho do ano passado, que Charles está preocupado com a obra autobiográfica do duque de Sussex sendo publicada tão perto de assumir o trono. “Toda vez que Harry abre a boca, ele atinge a credibilidade de seu pai… isso deve estar minando o relacionamento deles”, disse.

Segundo Kay, o príncipe de Gales e o duque de Sussex têm no horizonte a perspectiva do livro de memórias de Harry. “Não sabemos o que vai estar nele… mas sabemos que ele passou algum tempo investigando o relacionamento de sua mãe com seu pai”, falou. “Eles devem estar temendo a publicação desse livro e o que isso significará”, acrescentou.

De acordo com o editor-geral do Daily Mail, estamos nos aproximando do príncipe de Gales se tornar monarca e, toda vez que essas situações embaraçosas surgem com seu filho, “isso lembra às pessoas por que elas tiveram problemas com a perspectiva de Charles como rei”, destacou.

Meghan Markle com príncipes Charles e Harry
Herdeiro do trono britânico, príncipe Charles é pai de Harry

Para o correspondente real Peter Hunt, Harry está chateado com a forma como sua “saída” da realeza foi tratada. Ele disse que é improvável que os irmãos (ele e William) construam pontes por causa do relato “totalmente verdadeiro” que Harry prometeu colocar em sua obra autobiográfica. “Acho que não há como, porque ele prometeu que [suas memórias] seriam um relato verdadeiro”, opinou.

Príncipe Harry e William
Harry e William

O duque de Sussex anunciou sua publicação de memórias em julho de 2021. “‘Usei muitos chapéus ao longo dos anos, literal e figurativamente, e minha esperança é que, ao contar minha história — os altos e baixos, os erros, as lições aprendidas — eu possa ajudar a mostrar que não importa de onde viemos, temos mais em comum do que pensamos”, anunciou Harry.

Reconciliação?

Por outro lado, alguns relatórios sugerem que Harry e seu pai podem estar prestes a consertar seu relacionamento. Na semana passada, o jornal The Sun informou que o duque de Sussex poderia adiar suas memórias bombásticas depois que Charles disse estar “orgulhoso” do filho caçula em artigo publicado pela revista estadunidense Newsweek na terça-feira (4/1).

Na mensagem, focada em debater as mudanças climáticas que põem em risco o planeta, o primogênito da rainha Elizabeth II também citou o outro filho, o príncipe William. “Como pai, tenho orgulho de meus filhos reconhecerem essa ameaça”, disse Charles. “E meu filho mais novo, Harry, abordou de maneira apaixonada o impacto das mudanças climáticas, especialmente em relação à África”, continuou.

As palavras do próximo na linha de sucessão ao trono britânico vêm um mês após o jornalista Matt Wilkinson afirmar, em matéria do tabloide The Sun, que a relação entre pai e filho estava completamente desgastada.

harry e príncipe charles
Príncipes Charles e Harry

O comentarista britânico Richard Fitzwilliams abordou sobre a mudança ao jornal. “Acho que essa homenagem é muito significativa porque isso é uma coisa que Charles, William e Harry compartilham em comum, e é a necessidade de combater as mudanças climáticas”, declarou. “As relações de Harry com seu pai têm sido extremamente tensas”, acrescentou.

Segundo Fitzwilliams, o fato de o príncipe de Gales ter feito isso na Newsweek, que tem grande circulação nos Estados Unidos, é claramente uma esperança de que haja uma forma de reconciliação. Para ele, os últimos comentários de Charles podem levar seu filho a adiar a data da publicação.

Embora Charles tenha elogiado o trabalho de Harry, o discurso de Natal da rainha não mencionou os Sussex e, em vez disso, elogiou William e Kate.

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram.

Mais lidas
Últimas notícias