Este é um espaço para celebrar a vida e as pessoas. Viaje comigo nesta aventura!

Príncipe Andrew perde o nascimento da neta por caso de abuso sexual

Décima primeira na linha de sucessão ao trono britânico, a filha da princesa Beatrice com Edoardo Mozzi nasceu no sábado (18/9)

atualizado 21/09/2021 12:15

Princesa Beatrice e príncipe AndrewAnwar Hussein/WireImage/Getty Images

Desde que a notícia do processo aberto por Virginia Giuffre protagonizou as manchetes, o príncipe Andrew encontra-se encurralado na propriedade de Balmoral, canto destinado ao “sossego” da rainha Elizabeth II na Escócia. Como foge dos advogados da vítima do pedófilo e explorador Jeffrey Epstein, o duque de York perdeu um importante momento familiar: o nascimento da neta, filha da princesa Beatrice e de Edoardo Mozzi. A criança nasceu no sábado (18/9).

De acordo com o The Sun, Andrew chegou a enviar uma mensagem de desculpas à filha e ao genro por não poder comparecer na maternidade para ver a neta. Beatrice deu à luz no Hospital Chelsea and Westminster de Londres. O anúncio de que a dinastia Windsor aumentou só ocorreu dois dias após o nascimento, na segunda-feira (20/9). O Palácio de Buckingham lançou um comunicado e fez uma publicação nas redes sociais.

0

Mãe de Beatrice, Sarah Ferguson deixou Balmoral para acompanhar a filha no hospital. Ela fez uma viagem de 800 quilômetros. Desde a abertura do processo contra o príncipe Andrew, a duquesa de York se mantém ao lado do ex-marido. Fontes revelaram à revista Vanity Fair que o filho da rainha “está ansioso para se casar novamente” com a ex-esposa. A dupla se divorciou em 1996, mas continuou a amizade após o término.

Um amigo anônimo da duquesa de York revelou ao Daily Mail: “Ela [recém-nascida] é perfeita e Sarah está absolutamente apaixonada. Como toda mãe, ela sempre tem muito orgulho das duas filhas e ter dois netos em um ano é uma alegria total”. Aos risos, o informante confessou que a bebê de Beatrice herdou os cabelos ruivos da avó: “Nasceu com um toque de vermelho e de ouro”.

Princesa Beatrice
Beatrice grávida do primeiro filho
Princesa Beatrice e Sarah Ferguson
Beatrice com a mãe, Sarah Ferguson, a duquesa de York
Processo

Vale lembrar que o príncipe Andrew foi intimado por abuso sexual por uma das vítimas do pedófilo Jeffrey Epstein. Na acusação, Virginia Giuffre afirma que a forçaram a fazer sexo com o herdeiro da rainha. À época, ela tinha 17 anos. A ação judicial está em curso nos Estados Unidos, razão pela qual a equipe jurídica alega que não informaram devidamente o duque de York dos papéis no Reino Unido.

O duque de York refuta as acusações de Giuffre. No processo, ela revela que houve três episódios de abuso sexual. O primeiro ocorreu em Londres na mansão de Ghislaine Maxwell, namorada de Jeffrey Epstein e aliciadora do esquema de pedofilia. Já o segundo e o terceiro aconteceram nas propriedades de Epstein em Manhattan e nas Ilhas Virgens, dos EUA, respectivamente.

O processo contra Andrew corre no Tribunal Distrital dos Estados Unidos em Manhattan. Depois de os advogados tentarem entregar a intimação várias vezes ao príncipe e não obterem sucesso, optaram por enviar a ação judicial ao representante do filho da rainha Elizabeth em Los Angeles. Andrew Brettler recebeu a documentação por e-mail e pela FedEx. As cópias foram entregues na manhã de segunda-feira (20/9), segundo o The Mirror.

Melania Trump, príncipe Andrew, Gwendolyn Beck e Jeffrey Epstein
Melania Trump, príncipe Andrew, Gwendolyn Beck e Jeffrey Epstein

Pelas regras federais norte-americanas, o integrante da dinastia Windsor tem 21 dias para responder ou pode enfrentar uma sentença à revelia. À frente do caso, o juiz Lewis Kaplan interviu ao autorizar que os papéis do processo fossem entregues ao advogado de Andrew nos Estados Unidos. Os representantes de Giuffre destacaram no pedido que o príncipe fez um “jogo de esconde-esconde atrás das paredes do palácio”.

Em uma audiência na segunda-feira (13/9), o juiz disse para ambas as partes: “Posso ver muitos honorários advocatícios sendo gastos e tempo sendo gasto e atrasos, o que, no fim das contas, pode não ser terrivelmente produtivo para ninguém”. Embora o príncipe negue veemente as acusações, Virginia Giuffre declara falar a verdade e tem como prova uma foto em que o filho da rainha a abraça. Ao fundo da imagem, está Ghislaine Maxwell.

Principe Andrew, Virginia Giuffre e Ghislaine Maxwell
Uma das provas de Virginia Giuffre no caso de assédio sexual é a fotografia em que o príncipe Andrew a abraça. Ghislaine surge ao fundo

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram.

Últimas notícias