Este é um espaço para celebrar a vida e as pessoas. Viaje comigo nesta aventura!

Mães e home office: o desafio de trabalhar em casa na companhia dos filhos

A head de marketing e empresária brasiliense Duda Maia compartilhou sua rotina e dicas de como conciliar trabalho e filhos em casa

atualizado 08/05/2020 17:21

João, Allegra e Duda MaiaCortesia

Enfim, chegou o Dia das Mães. O domingo bonito, florido e com atmosfera suave é o momento mais esperado do mês de maio para muitas pessoas. Hora de acordar e abraçar a quem nos deu vida. Às que já se foram, restam boas memórias e uma lágrima saudosa.

A data é especial para a coluna Claudia Meireles. Por aqui, todas as colaboradoras são mulheres. Duas delas já deram à luz crianças alegres. Cientes do desafio (e benção) que é poder zelar pelos pequenos, elas sabem bem como é difícil levantar da cama diariamente e proteger os seus. E mais: trabalhar, manter a casa, socializar e tirar um momento para autocuidado… Como é complexo ser mãe!

Em homenagem a essas mulheres, a coluna idealizou um bate-papo com alguém que tivesse a missão de permanecer produtiva no trabalho dentro de casa, situação imposta pelo isolamento social em razão do coronavírus. Na presença dos filhos, como fica a tarefa de conciliar ambas as partes?

Duda Maia, head de marketing e empresária brasiliense à frente da empresa 5561 Brand Boutique, logo vem à mente. Mãe de dois, esposa, fashionista, workaholic… São muitos os seus atributos.

Felipe Viotti, Duda Maia, João Felipe e Allegra Maia
Felipe Viotti, Duda Maia, João Felipe e Allegra Maia

Descobrimos que ela mudou sua rotina por conta da quarentena e, agora, atua totalmente em home office, sempre de olho em João e Allegra, seus herdeiros, que adoram estar por perto da mãe e até mesmo participar de suas reuniões on-line.

Confira o bate-papo com Duda Maia:

Como está sua rotina em home office?
Complexa,  como acredito que esteja a de todo mundo. Volume maior de trabalho, a estranheza da mudança, filhos, obrigações da casa e ainda lidar com todo o lado emocional não é fácil. Um dia de cada vez.

Como meu trabalho é muito dinâmico, acabo não tendo uma rotina fixa, mas tendo dividir o dia de acordo com os afazeres, para não sobrecarregar em nada.

No início, cheguei a conclusão que não dava pra fazer tudo junto, estava ficando pesado para todos, principalmente com as crianças cheias de energia durante 100% do tempo. Vamos vivendo um dia de cada vez e nos adaptamos as demandas do dia, inclusive a das crianças.

O que mudou no seu trabalho?
Mudou completamente. O dia a dia do meu trabalho sempre foi muito sem rotina e na rua, em reuniões diárias com clientes, eventos, viagens semanais. Hoje, tenho uma rotina toda funcionando pela tela do computador.

Como é trabalhar com crianças em casa? Você vê uma melhora no entendimento de como é o trabalho da mãe?
Eu sempre fiz muito home office. Na minha vida normal, pelo menos uma vez por semana eu já trabalhava de casa com eles aqui, e eles sempre me acompanharam muito, entendem bastante sobre o meu trabalho.

Ainda assim, é bem difícil ter esse dia a dia constante. Eles querem estar junto e ficam curiosos com o que estou fazendo. Tenho a companhia deles querendo aparecer em quase todas as reuniões on-line.

João, Allegra e Duda Maia
João, Allegra e Duda Maia

Você sente que as crianças querem ajudar ou se divertem em atrapalhar?
Por aqui, atrapalhar! Eles ajudam quando é algo da casa. Quando estou trabalhando, no entanto, querem a minha atenção.

Seu marido está ajudando com os afazeres de casa?
Sim, sempre ajudou. Dividimos bem os afazeres da casa e, principalmente, as atividades com as crianças.

Ele cozinha e distrai os meninos quando preciso me concentrar no trabalho.

João, Allegra e Duda Maia
Duda Maia com os filhos

Você se vê trabalhando somente em home office no futuro? Em sua opinião, quais as vantagens e desvantagens?
Eu sempre trabalhei bastante em home office, e a minha equipe também. Já fazíamos escala semanal. Acredito muito nesse formato. E acho que, depois da pandemia, muitas empresas vão perceber que o home office e o trabalho por produção são muito mais efetivos que horário fixo dentro de um escritório (claro, dentro das limitações, porque existem trabalhos que não funcionam remotamente).

O mundo é outro. As profissões, tecnologias, tudo vem mudando. O mercado de trabalho já estava precisando se adequar.

Qual a sua recomendação para as pessoas que não tinham costume de trabalhar em casa?
Entenda como você funciona. Cada um tem uma maneira de produzir melhor.

Se observe e se programe da forma que você tenha mais conforto e paz para seguir. Prepare o lugar de trabalho e divida os horários entre as obrigações da casa, um momento para dar atenção as crianças e o momento de trabalhar. Dessa forma não sobrecarrega, as crianças ficam felizes e tudo funciona.

O que sente mais falta nesse momento?
Viajar!

Duda e Allegra Maia
Duda e Allegra no Carmel Taíba Exclusive Resort

Como você vê o mercado de assessoria de imprensa pós-pandemia?
Da mesma forma. As pessoas vão precisar ainda mais dos comunicadores para adequarem as suas mensagens no novo momento.

A assessoria de imprensa já vinha mudando bastante, e essa mudança segue. Mas não acredito que nada mude especificamente pela pandemia.

Nós não somos uma assessoria. Somos uma agencia criativa de consultoria, que trabalha varejo e comunicação com foco em desenvolvimento de marca. Fazemos a parte de assessoria e isso não deve mudar após a pandemia.

Na sua opinião, como o mercado de varejo está se reinventando?
Está sendo muito duro para o varejo viver tudo isso. Do dia para a noite, as lojas se viram obrigadas a deletar todo o seu planejamento e refazê-lo de forma rápida, para tentar sobreviver. Mas da crise sempre sai a criatividade. O varejo, em geral, está encontrando formas criativas de se conectar com o cliente.

Duda Maia
Duda é empresária à frente da 5561 Brand Boutique

Criação de conteúdo, cuidado com a comunidade e digitalização dos negócios é o que mais tenho visto. Em Brasília, vi movimentos super interessantes de adaptação de produto para se adequar ao que o consumidor está necessitando no momento.

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram.

Últimas notícias