Este é um espaço para celebrar a vida e as pessoas. Viaje comigo nesta aventura!

Confira um guia prático sobre a coleção de NFT do Bored Ape Yatch Club

A coleção Bored Ape Yatch Club é considerada a iniciativa NFT mais influente do mundo. Entenda mais sobre o assunto com a expert Carol Kalil

atualizado 17/05/2022 17:24

Foto colorida. NFT e criptomoedasJakub Porzycki/NurPhoto via Getty Images

Você já deve ter ouvido falar da coleção Bored Ape Yatch Club (BAYC). Afinal, ela agora é considerada a iniciativa NFT mais influente do mundo. Até o começo deste ano, ficava atrás dos Cryptopunks na competição da coleção de maior sucesso. No começo de 2022, porém, o preço do BAYC disparou. Eles são vendidos, atualmente, em torno de US$ 200 mil cada peça, o equivalente a R$ 994 mil.

O valor atribuído a essas artes virtuais ainda é subjetivo. Mas poderíamos resumi-lo em três pilares: a visibilidade proporcionada por celebridades; a força da comunidade (o fator hype); e a utilidade para membros.

No caso dessa coleção, os artistas usaram um processo no qual um software de computador gera novas versões algoritmicamente. Esse processo se chama generative art, e consiste em variações que misturam qualidades específicas em um único modelo. Como cada característica geralmente é classificada por sua raridade, algumas delas aparecem com menos frequência do que outras.

Foto colorida. NFT e criptomedas
Coleção de NFTs da Bored Ape Yacht Club (BAYC)

Há 10 mil macacos em BAYC, cada um com suas próprias características. Por exemplo, existem variedades de pele, expressões faciais, roupas, joias e outros itens da coleção. Apenas 49 deles têm punhais na boca, 108 olhos cibernéticos e 115 tem um brinco cruzado.

A Yuga Labs detém o título de responsável pela criação da coleção BAYC NFT. Esta é a empresa-mãe da BAYC, que visa criar um império de mídia centrado completamente nessa modalidade. Os NFTs BAYC foram o primeiro passo para realizar esse sonho.

Quer saber uma curiosidade? Surpreendentemente, nenhum dos fundadores estava envolvido no projeto. Uma mulher chamada “Seneca” ou “Seneca que tudo vê” é a principal artista por trás da coleção original do BAYC. Puro orgulho! Thomas Dagley, Migwashere e um casal desconhecido estavam entre os outros artistas.

Foto colorida. NFT e criptomoedas
A BAYC é a iniciativa NFT mais influente do mundo

O Yuga Labs teve um mês forte em março de 2022. Eles anunciaram a introdução de uma nova moeda, ApeCoin ($APE), poucos dias depois de anunciar a aquisição de CryptoPunks e Meebits. A ApeCoin é descrita como uma “moeda para cultura, jogos e comércio destinada a promover uma comunidade descentralizada que cresce na vanguarda da web”.

O $APE será usado especificamente para governar o futuro da comunidade de macacos entediados, ou, em tradução literal, Bored Apes. O seu token não foi produzido apenas pela BAYC — embora os fundadores estejam envolvidos. E o que isso significa? O problema é que as falhas que os membros da comunidade NFT condenam no capitalismo tradicional parecem ser replicadas em $APE: capitalistas de risco e centralização.

Não estou criticando o projeto, porém, mostrando os prós e contras de um discurso que, a princípio, parece ser um pequeno revés em termos de descentralização, o que era para ser o objetivo central da comunidade NFT.

Calma, “pequeno gafanhoto”, o conceito de descentralização não é tão difícil assim de se entender. Ele acontece quando a moeda não se submete a nenhuma autoridade financeira central, como bancos ou governos que atuam como intermediários. Por exemplo, o bitcoin.

No caso deste projeto, aquele com mais tokens geralmente tem mais poder na governança de uma organização autônoma descentralizada, mais conhecida como DAO. Como eles investiram na Yuga Labs, Andreessen Horowitz e Animoca Brands foram dois dos maiores beneficiários da ApeCoin.

Foto colorida. Bitcoin
Bitcoin é uma criptomoeda livre e descentralizada

A Yuga Labs e outros parceiros de lançamento ganharam um total de 14%, de acordo com um representante da empresa. Ou seja, 140 milhões de tokens. Essa é a mesma quantidade da comunidade BAYC como um todo, que é composta por dezenas de milhares de pessoas. Interessante, não?

Aliás, isso me faz refletir se esse foi um dos motivos do excêntrico bilionário Elon Musk ter feito uma provocação em seu perfil no Twitter sobre o projeto: “I dunno… Seems kinda fungible” (Eu não sei, me parecem meio fungíveis, em tradução do inglês), gerando volatilidade na cotação do ApeCoin (APE) de US$ 17,60 para US$ 15,90. Hum… “Ele faz a polêmica dele, ele!”

E você? Acha o projeto BAYC especulativo por estar vinculado à atenção da mídia, ou estaria disposto a arriscar umas investidas de suas economias nesse projeto de NFT dos macaquinhos BAYC?

Quer aprender mais sobre essa coleção sobre NFTs e essa coleção superirreverente que está dando o que falar? Continue acompanhando a coluna Claudia Meireles, na qual escreverei semanalmente sobre o tema, e veja mais informações no meu livro Metaverso Simplificado.

 

(*) Caroline Kalil é consultora de direito digital, investidora de criptomoedas, colecionadora de NFTs com certificação em KYC Blockchain Professional pela Blockchain Council, e blockchain development pela Consensys, além de autora do e-book O Metaverso Simplificado

Mais lidas
Últimas notícias