*
 
 

Nos últimos tempos, a conversa ao redor da sustentabilidade na cozinha tem aumentado exponencialmente. Aproveitamento total dos alimentos, separação adequada do lixo, compostagem doméstica, redução das embalagens nos alimentos e muitos outros. A gente tem acordado cada dia mais para a importância da valorização do que vem da nossa terra, e principalmente, o que devolvemos à ela.

Por aqui temos tentado, pouco a pouco, começar a movimentação, de uma forma urgente e presente, para que essa conversa vire ação e ensinamento aos nossos filhos. Uma das coisas mais práticasm é aproveitar os alimentos antes descartados na produção de um caldo de legumes. Durante a semana, eu vou separando cascas, talos, caules, folhas, flores e sementes.

Esses restos vão ao freezer – caso eu demore muito tempo para juntar uma quantidade legal. O caldo de legumes caseiro é saboroso e, além de nutritico, é isento de sódio e substâncias químicas comuns nos tabletes industrializados. Você pode armazenar em um vidro na geladeira por até 3 dias. Serve no preparo de carnes de panela, risoto, moquecas, sopas, polenta e muito mais!

Não tem segredo, basta por os restos na panela, adicionar água e cozinhar a fogo baixo durante uns 30 minutos. Vá misturando pra incorporar tudo. De preferência, coloque uma tampa. Coe com uma peneira e passe para uma garrafa de vidro. Aqui a tal garrafa é de polpa de tomate porque a gente também pode aproveitar as embalagens!

Veja a receita completa no blog Sunday Slices!



 


gastronomiacomermão na massacaldo de legumes