Sem maratona: saiba qual é o tempo ideal para uma boa transa

A duração ainda é dividida entre preliminares e penetração, sendo que o foco maior é a estimulação do parceiro

atualizado 20/07/2018 22:36

Getty Images

Um compilado de estudos realizados em diversas universidades pelo mundo revelou um fato interessante sobre a prática sexual. Milhares de pessoas, entrevistadas durante duas décadas, apontaram que a duração perfeita para o sexo é de 30 minutos: 18 focados nas preliminares, incluindo sexo oral e masturbação, e entre 10 e 13 minutos dedicados à penetração.

Quem dita o ritmo é o casal e existem técnicas para se prolongar a transa, mas o corpo conta com um relógio biológico que sabe o melhor para o organismo. Um estudo conduzido por pesquisadores da Universidade de Behreard, na Pensilvânia (EUA), concluiu que o tempo apropriado para o sexo vaginal é de 8 a 13 minutos. Segundo a pesquisa, a duração de 13 a 20 minutos torna a penetração longa demais.

Em 2008, o Journal of Sexual Medicine descobriu, com a ajuda de 50 integrantes da Sociedade de Pesquisa e Terapia Sexual, que a penetração perfeita dura entre 7 e 13 minutos. Outro trabalho do mesmo ano, feito pela Universidade de Penn State, também indicou que 13 minutos é o tempo desejável. Um terceiro levantamento, realizado pela empresa de brinquedos sexuais Love Honey, consultou 4 mil britânicos: eles declararam que a duração média da relação é de 10 minutos.

Já o Journal of Sex Research descobriu, com a ajuda de 152 casais, que as mulheres acham 18 minutos o tempo ideal para as preliminares. A terapeuta sexual Ava Cadell, autora do livro The Pocket Idiot’s Guide to Oral Sex (O Guia de Bolso do Idiota para o Sexo Oral, em tradução livre), também afirmou, em entrevista a uma revista americana, que 30 minutos é a duração apropriada para o ato sexual.

Mas esses fatores variam de acordo com certos determinantes, como a idade dos envolvidos. A Universidade de Utrecht, na Holanda, analisou mais de 500 casais e percebeu que a maioria concluiu a penetração depois de 5 minutos e 24 segundos. Na faixa etária de 18 a 30 anos, o tempo foi maior, com 6 minutos e meio; depois dos 50, a duração cai para 4 minutos e 18 segundos.

No fim das contas, mais importante do que o tempo gasto é o respeito às limitações e vontades próprias e do parceiro.

Últimas notícias