Sem “deita, vira e dorme”. Homens, vocês podem ter orgasmos múltiplos

Sexólogo explica o que é necessário para desenvolver a habilidade de sentir orgasmos seguidos sem ejacular ou perder ereção

atualizado 05/08/2020 9:26

Orgasmos múltiplos masculinos Foto: stuartpitkin/Getty Images

Ainda que não muito valorizado – até hoje -, o prazer feminino não só é real como tem algumas “vantagens” sobre o masculino, como um órgão que serve exclusivamente para dar prazer (valeu, clitóris) e a possibilidade de ter orgasmos múltiplos. Mas será que os homens não são mesmo capazes de ter diversos orgasmos seguidos?

De acordo com o sexólogo Marlon Mattedi, da plataforma Sexo Sem Dúvida, os homens têm esse poder, mas, pelo menos no Ocidente, não desenvolveram a habilidade. “Em países e culturas orientais, já se pratica isso desde antes de Cristo, mas por aqui não há tanto conhecimento sobre essa técnica”, explica.

Diferente do que a maioria pensa, orgasmo e ejaculação não são a mesma coisa. O orgasmo é a sensação do ápice de prazer, enquanto a ejaculação é a expulsão do sêmen. Mas as duas coisas costumam ser inseridas na mesma definição de “gozar” e a vida segue.

Os orgasmos múltiplos masculinos são possíveis pelo fato de ser viável ter a sensação do orgasmo diversas vezes sem ejacular, e consequentemente sem precisar do tempo de refração – no qual o organismo masculino se recupera entre uma ereção e outra.

Para ter essa habilidade, é importante ter a região pélvica forte. Contudo é preciso muito mais que exercícios de contração e relaxamento, técnicas milagrosas ou produtos que são vendidos para o homem “durar mais”.

“Sem dúvida a musculatura pélvica precisa estar fortalecida, mas ela não trabalha sozinha. O segredo está mais na cabeça do que no pênis”, garante Marlon.

Desta forma, o especialista explica que para desenvolver essa habilidade é preciso mudar a forma com a qual se pensa o sexo, e isso é construído com terapia sexual. “As pessoas avaliam a transa com o critério da ejaculação. É preciso desconstruir a necessidade de ejacular em todas as transas e de penetração profunda, como se o sexo fosse feito apenas para fecundação”, diz.

Qual a vantagem?

Se ainda resta dúvidas sobre as vantagens de ter orgasmos sem ejacular, Marlon garante: “Quem nunca sentiu um orgasmo sem ejacular, devia experimentar! Isso significa a possibilidade de ter outro orgasmo logo na sequência, porque a ereção não é perdida e a excitação alta se mantém”, diz.

Como se não fossem vantagens o suficiente o(a) parceiro(a) também é beneficiado(a), porque o sexo não esfria e continua. “Sem ejacular, pode-se passar mais momentos juntos, sem ter que virar para o lado e dormir”, finaliza.

Últimas notícias