Quarentena: especialista dá dicas para o sexo não cair na rotina

O conselho é viver um dia de cada vez e aproveitar o isolamento para conhecer melhor o parceiro

atualizado 02/04/2020 8:10

Mão segurando forte um lençol vermelho Reprodução/ FreePik

Devido à pandemia causada pelo coronavírus, muitas pessoas passaram a ficar dentro de casa e a reduzir suas saídas ao máximo. Até mesmo as idas ao supermercado precisam ser mais cautelosas e rápidas.

O tempo de reclusão pode afetar o relacionamento de muitos casais. Como apimentar a relação durante a época de quarentena? Uma das principais orientações (e a mais valiosa) é entender que relação não é somente sexo.

“O casal pode usar esse tempo para ter mais diálogos e conversas, aproveitar para se conquistar novamente e destacar o que gostam em cada um”, conta a psicóloga e sexóloga Luenda Lira. Segundo ela, esse momento pode ser a oportunidade para renovar os laços.

“De modo geral, todos estão bem ansiosos com a quarentena. A minha dica é viver um dia de cada vez. Aproveitem para fazer programas que não conseguem realizar com frequência, como cozinhar juntos; dividam as tarefas para que possam ser divertidas e busquem conversar sobre outros temas. É sempre bom saber o que o outro pensa sobre o mundo e assim renovar o companheirismo”, afirma a especialista.

Caiu na rotina?

Se na convivência comum é fácil o sexo cair na rotina, imagina em situações de isolamento. De acordo com a sexóloga, o segredo é sempre inovar.

“Se antes o casal transava na cama, tentem curtir no sofá. Que tal fazer sexo na cozinha amanhã? Testar posições novas também aguça os sentidos e de quebra ajuda a experimentar novas formas de prazer e outras zonas erógenas”, recomenda.

De acordo com Lira, fazer algo diferente faz com que o nosso cérebro se coloque em uma situação desconhecida e assim se interesse pelo novo.

“Com a correria do dia a dia quase não temos a oportunidade de aproveitar o outro, então tomar banho juntos pode ser uma ótima saída. Usar uma fantasia, experimentar um brinquedo a dois ou ainda fazer uma coisa diferente mesmo que seja na cama de sempre… testar uma música especial, algemas e lenços, por exemplo, podem apimentar o sexo”, indicou a profissional. A sugestão é abusar da imaginação.

Distância

Aos casais que estão isolados, a psicóloga sugere que a situação possa ser uma ótima oportunidade para relembrar os tempos de início de namoro e usar isso para despertar a saudade.

“Para esses casais, acredito que as conversas por chamada de vídeo são uma ótima pedida. Não é a mesma coisa, mas ajuda a amenizar a distância, além de trazer felicidade e até mesmo desejo para que o casal mantenha aceso o desejo pelo outro”, indica Luenda .

Espaço

Mas apesar de usar a quarentena para se aproximar, a profissional destaca a importância de estabelecer horários para as atividades. Viver a dois é bom, mas cuidado para não sufocar o parceiro.

“É bom que cada um tire algumas horas do dia para focar no seu trabalho em casa, destinar um tempo para pesquisar no computador algo específico enquanto o outro pode ler um livro, arrumar algum cômodo, assistir à televisão sozinho enquanto o outro descansa. Assim, cada um mantém sua individualidade, que faz toda a diferença na relação”, finaliza.

Últimas notícias