*
 
 

ménage à trois — expressão francesa que se refere a uma relação sexual e afetiva envolvendo três pessoas — tem se tornado uma crescente curiosidade entre casais querendo se aventurar, inovar e apimentar a rotina. Para ajudar os participantes, o Metrópoles fez um minimanual de boa convivência para um sexo a três sem estresse.

Segundo a educadora sexual Karol Rabelo, antes, o sexo a três era um fetiche predominantemente masculino, com a fantasia de que o homem se relacionaria com duas mulheres. Hoje, o sexo feminino tem demonstrado interesse em buscar mais reciprocidade (de aproveitar dois parceiros), tornando comum a discussão do assunto entre casais.

1) Deixe o ciúme de lado
Karol aponta que casais querem se aventurar nestas águas, mas têm ciúme do parceiro. Para a prática dar certo, é preciso se libertar dos sentimentos de possessividade e rivalidade. Sexo a três não é recomendado para pessoas muito ciumentas.

2) Tenha certeza de que ambos estão afim
Para o sexo ser bom, as duas pessoas precisam estar com vontade de experimentar. É comum uma parte pressionar a outra, que acaba cedendo para agradar. Isso pode causar problemas futuros ao relacionamento. Com o menáge, ou qualquer fantasia sexual, ambos precisam estar de comum acordo sobre o que querem.

3) Escolha a pessoa certa
É preciso ter cuidado na hora de eleger quem vai ser o terceiro elemento, tanto por questões de ciúme quanto de segurança. O casal deve se atentar para não trazer alguém com más intenções, que possa prejudicar a segurança pessoal de ambos.

Karol recomenda, no caso de casais heterossexuais, que a pessoa do mesmo sexo do convidado tenha prioridade para escolhê-lo, ou seja, se vão ser duas mulheres com um homem, a mulher deve ter a palavra final de quem será a terceira parte. Claro, o parceiro também precisa ter interesse na pessoa, mas deixar a decisão para a outra metade evita questões de ciúme e promove mais segurança.

4) Prefira um desconhecido
Escolher alguém que faça parte do convívio social do casal pode causar constrangimentos após o ato. A pessoa se deixa levar pelo tesão, mas depois fica embaraçada. Contudo, se houver alguém por quem o casal é atraído e a pessoa esteja disposta, não há problemas. No caso de um desconhecido, marque um encontro no bar para conhecê-lo antes ou utilize aplicativos para interagir previamente com a pessoa.

5) Estabeleça regras
É importante, segundo Karol, deixar claro que o casal é a atração do show e a terceira pessoa apenas coadjuvante. O par precisa se conhecer e se comunicar bem para evitar estresse. Tentar fazer coisas novas com a terceira pessoa pode causar desentendimento, desconforto e insegurança. Por isso, determinar limites, vontades e proibições ajuda a brincadeira a ser prazerosa e não traumática.

6) Escolha um local neutro
Trazer um desconhecido para dentro da casa do casal pode ser um ato mais íntimo do que a relação em si. Mesmo a pessoa sendo do convívio da dupla, caso alguma coisa dê errado, a casa vai ficar impregnada com uma memória ruim. Entrar em território novo também pode ser intimidador, por isso um local neutro como um motel ou um hotel é uma escolha mais adequada.

7) Dê mais atenção ao parceiro oficial
O objetivo do sexo a três é ser uma aventura para o casal, então é importante que o par não se sinta deixado de lado, até para evitar ciúme posteriormente. A atenção deve ser balanceada, afinal a terceira pessoa foi convidada, não é uma intrusa.

Algumas posições irão fazer alguém “sobrar”, às vezes. Preferencialmente, que seja a pessoa convidada, mas não deixem que ela se sinta largada. Ela pode aproveitar o tempo para beijar outras partes do corpo, masturbar ou ser voyeur.

8) Cuide da saúde e da higiene
Além dos cuidados básicos de higiene, é preciso se atentar ao uso da camisinha para evitar infecções, ainda mais com a troca de parceiros e cavidades. Os segundos perdidos com proteção valem mais do que uma possível dor de cabeça no futuro.



 


dicassexoménagesexo a trêsmenáge a trois